plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo 25°
cotação atual R$


home
PROGRAMAÇÃO GRATUITA 🎭

Museu de Arte Urbana de Belém é inaugurado neste domingo

A inauguração do Museu de Arte Urbana de Belém terá uma vasta programação gratuita, além de shows e feiras de economia criativa

Imagem ilustrativa da notícia Museu de Arte Urbana de Belém é inaugurado neste domingo camera O Museu de Arte Urbana de Belém é inaugurado neste domingo (24) no Complexo Ver-o-Rio | Laércio Esteves/Divulgação

As cores estão embelezando Belém com projetos de artes visuais promovidos na cidade por meio do grafite. Pouco a pouco, os traços e contornos ganham vida, cores e logo um rosto ou uma mensagem é apresentada nos painéis produzidos. É a realização do Museu de Arte Urbana de Belém (M.A.U.B), que inaugura neste domingo, 24, às 9h, no Complexo Ver-o-Rio, com uma programação repleta de atividades gratuitas, além de shows e feiras de economia criativa e de gastronomia. Destacam-se os shows de Rael, atração nacional, Bruna BG e Ana Suav, Nic Dias e sets com o DJ Morcegão.

Conteúdo relacionado:

Entre outras obras, o Complexo do Ver-o-Rio ganhou um painel que mede 22 metros de altura por 60 de largura, pintado em uma collab de Thiago Nevs (SP), Luiz Júnior e And Santtos, que conta ter se sentido desafiado ao ver o tamanho do painel, mas depois, feliz com o resultado. “É um dos maiores painéis já feitos em Belém, se não, o maior. Envolve uma grande logística e o desafio de reproduzir em alta escala, mas no final, quando vi, senti o prazer de ter enfrentado os desafios e concluído a proposta”, diz And.

O projeto grandioso dá visibilidade aos artistas locais. “Foi um salto para a minha carreira, porque é a primeira vez que estou concluindo um painel desse porte. É mais um passo dando evidência ao trabalho da arte vertical na Amazônia”, completa And.

PRESERVAÇÃO DA NATUREZA

A obra traz uma arara representando a fauna, um pedido de preservação da natureza; uma criança indígena e um pirarucu. O trabalho, diz And, “agrega valores tanto no aspecto do turismo quanto econômico”. E elogia a parceria com o paulista Thiago Nevs. “Ele trouxe a visão conceitual dele com desenhos que existem em carrocerias de caminhão. Ele fez um desenho em cima e colocou um boto dos nossos rios. Em cima do painel houve ainda a intervenção do abridor de letras de embarcações Luiz Júnior. Ele escreveu a frase ‘Eu amo Belém’, com letras típicas de embarcações”, descreve.

A curadoria é do fotógrafo e curador William Baglione e baseada em um edital público, com 21 vagas. “Temos um line up bem plural com 70% de artistas da Amazônia e em sua maioria são de mulheres”, comenta o idealizador do M.A.U.B, o produtor cultural Gibson Massoud, da Sonique Produções. O projeto foi aprovado na Lei Federal de Incentivo à Cultura e patrocinado pelo Instituto Cultural Vale e pelo Nubank.

Os artistas envolvidos foram: Amanda Nunes (DF), And Santtos, Cely Feliz, Derlon (PE), Ghasper, Jamaira Pacheco (BA), Julia Furuyama (SP), Kadois, Luma Bastos (PI), Moka (AC), Campis, Luis Jr, Mama Quilla, Pati Rigon (RS), Pri Barbosa (SP), Ramon Martins (MG), Santo, Sebá Tapajós, Thaizis (AM), Thiago Nevs (SP) e Wira Tini (AM).

Gibson Massoud conta que nasceu e mora aqui a sua vida inteira, e o pulsar pela cultura regional foi o que motivou este projeto. “Não só Belém, mas a região amazônica precisava de um projeto desse porte, que representasse os artistas da região”, considera o produtor.

RAP

O projeto une duas linguagens artísticas muito próximas, que são o rap e o grafite. Na música, traz o fenômeno do rap brasileiro, Rael, no headline. O paulista começou a cantar com 17 anos e explodiu no Brasil com o EP “Diversoficando” (2014). Parte do sucesso se deu pelo single “Envolvidão”, com mais de 100 milhões de views.

Do Pará, o evento terá Anna Suav & Bruna BG, que trazem em sua poética vivências de mulheres negras do Norte do país. Entre os caminhos sonoros da dupla, tem rap emprestando arranjos e elementos do R&B, afrobeat, rock e da música regional. E ainda tem Nic Dias, outra representate do rap paraense.

A programação começa às 9h com uma oficina infantil de pintura em lata. A partir das 10h, haverá uma visita guiada aos painéis. Na sequência, uma contação de histórias, e depois, às 12h, uma oficina de bolhas de sabão. O evento conta ainda com uma feira gastronômica envolvendo a participação de seis espaços ligados à culinária. E ainda a realização de Feira Criativa com onze marcas de produtos diversos.

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

Mais em Cultura

Leia mais notícias de Cultura. Clique aqui!

Últimas Notícias