plus
plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Edição do Dia
Previsão do Tempo 31°
cotação atual R$


home
CULTURA

Vigia: "Doce No Tabuleiro" vai retratar tradição centenária

Produção feita por profissionais da Amazônia, busca manter viva a história nascida em um dos municípios mais antigos do Estado.

twitter Google News
Imagem ilustrativa da notícia Vigia: "Doce No Tabuleiro" vai retratar tradição centenária camera Os doces vendidos no tabuleiro no município de Vigia. | Divulgação

Será lançado neste mês o documentário "Doces No Tabuleiro", que busca homenagear uma prática centenária realizada em Vigia de Nazaré, região nordeste do Pará: a produção dos tradicionais doces, feitos, geralmente, por mulheres negras para venda no arraial da festividade do Círio de Nazaré ou na frente das igrejas históricas.

A tradição, com o passar do tempo, vem perdendo espaço na lembrança das novas gerações e corre o risco de ser extinta. Atualmente, apenas três doceiras ainda resistem e entregam amor, conhecimento e respeito para manter viva a prática, que marca a memória e resistência de um povo.

CONTEÚDO RELACIONADO

“Queremos potencializar as vozes dos nossos povos. No período escravocrata as mulheres escravizadas que vendiam os doces no tabuleiro sofreram as barbáries e através da venda dos doces encontraram um meio de sobrevivência. Esperamos que a narrativa traga luz à importância da prática para manter viva essa tradição, valorizando e respeitando nossa historicidade, dos vigienses e paraenses”, afirma o documentarista Junior Clever.

Selecionado pelo Edital de Audiovisual Fomento - Lei Paulo Gustavo para o município de Vigia, a produção audiovisual propõe, mais que trazer as memórias afetivas dos vigienses acerca da iguaria para conhecimento, um “mergulho” na relevância das doceiras, reconhecidas como “Guardiãs dessa gastronomia”, para a cultura do município.

“Os doces vendidos no tabuleiro representam uma herança preciosa do povo preto escravizado que habitava na região do município de Vigia. A sua sobrevivência é uma parte que constitui o inventário cultural da história do negro no estado do Pará e que se entrelaça à cultura gastronômica portuguesa”, afirma o pesquisador em memória cultural na Amazônia e curador do projeto, Carlos Dergan.

“O documentário honra o legado do passado e garante que as futuras gerações possam entender um pouco mais sobre a historicidade dos doces, marca identitária da gastronomia vigiense”, finaliza.

Uma pré-estreia do documentário “Doces No Tabuleiro” será realizada no dia 18 de junho, no auditório da Universidade do Estado do Pará (Uepa), campus Vigia, às 16h. Já o lançamento do conteúdo ocorrerá quarta-feira, 20, no Museu da cidade de Vigia, localizado no centro comercial do município, a partir das 19h, em evento aberto ao público.

Serviço: Lançamento do documentário “Doces de Tabuleiro”

  • - Pré-estreia, 18 de junho, às 16h, no auditório da Uepa, Campus Vigia.
  • - Estreia, 20 de junho, às 19h, no Museu da cidade de Vigia
  • A programação é gratuita e possui acessibilidade através de intérprete de libras
VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

    Mais em Cultura

    Leia mais notícias de Cultura. Clique aqui!

    Últimas Notícias