PIRÂMIDE FINANCEIRA

Prior diz ter sido vítima de golpe e pede R$ 140 mil na Justiça

terça-feira, 28/04/2020, 17:33 - Atualizado em 28/04/2020, 17:33 - Autor: Com informações do UOL


Imagem ilustrativa da notícia: Prior diz ter sido vítima de golpe e pede R$ 140 mil na Justiça
| Reprodução

 A vida do ex-BBB20 Felipe Prior não tem sido do jeito que esperava desde que foi eliminado do reality. O brother, que foi acusado de estupro e tentativa de estupro por três mulheres, afirma que foi vítima de um golpe em uma suposta prática de pirâmide financeira.

Erra y erra: três mulheres acusam Prior de estupro e tentativa de estupro

Segundo o ex-BBB, ele fez um depósito no valor de R$ 100 mil na conta de uma empresa que trabalha com esse tipo de negócio. Após perceber que havia caído em uma cilada, o rapaz entrou na justiça pedindo indenização de R$ 140 mil por rescisão de contrato e dano moral. 

O processo foi protocolado no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) uma semana após a a saída de Prior da casa mais vigiada do Brasil.

Felipe Prior fura quarentena para fazer tatuagem

Além da empresa Fasttur Turismo e Câmbio, ele também acionou outras duas empresas que que teriam envolvimento no suposto esquema ilícito: Nova Consultoria e AVL Administração de Bens. 

De acordo com a defesa do ex-BBB, a Fasttur prometeu rendimento de R$ 300 mil por dia útil mediante aplicação de R$ 100 mil. 

Segundo informações do UOL, Prior teria feito duas transferências bancárias, sendo uma no valor de R$ 70 mil e outra de R$ 30 mil. 

Felipe Prior presta depoimento na delegacia após acusações de estupro

“A situação vivida pelo requerente [Felipe Prior], atualmente, é extremamente grave, decorrente de todo processo de dificuldade enfrentada ao depositar, sem saber, toda a economia de uma vida em um esquema de pirâmide, o qual foi vítima”, dizem os advogados do arquiteto.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS