CONFUSÃO

Defesa diz que Henri Castelli causou derrame no olho de empresário

O advogado, Lucas Doria afirma que ator iniciou a agressão e foi quem deu o primeiro soco durante a confusão

quinta-feira, 14/01/2021, 18:02 - Atualizado em 14/01/2021, 18:02 - Autor: Com informações Extra


Henri Castelli com o rosto desfigurado nas redes sociais
Henri Castelli com o rosto desfigurado nas redes sociais | Reprodução/Instagram

O advogado dos dois homens acusados que se envolveram em uma briga com o ator Henri Castelli em Alagoas, no fim do ano passado, disse que foi o ator quem começou a confusão ao dar o primeiro soco no empresário Guilherme Aciolly. As informações são do jornal Extra.

Segundo Lucas Doria, que representa Aciolly e Bernardo Malta, Castelli estava muito alterado e foi quem começou a provocar Malta por não ter gostado de uma festa.

No dia anterior a confusão, Malta, que é dono da casa de festas Café de la Musique, cedeu uma lancha para Castelli e os amigos irem a uma festa em troca do ator ir no dia seguinte ao Café fazer uma divulgação do local.

“Ele adorou essa festa que aconteceu no dia 29 de dezembro. No dia 30, foram cedidos para ele 15 ingressos para uma outra festa no Café de la Musique. Ele foi, e a festa não estava tão badalada. Ele saiu e foi para Barra de São Miguel, na Marina, onde estava acontecendo uma outra festa”, disse a defesa.

Ainda segundo o advogado, nesse momento, o ator foi reclamar para Bernardo que a festa que ele cedeu os convites não estava legal. “Bernardo conversou com ele, mas Henri estava alterado e os dois discutiram”, diz Doria.

VEJA OUTRAS POLÊMICAS!

A discussão teria ficado acalorada, até que Aciolly, que estava ao lado de Malta, interviu para tentar encerrá-la.

“Foi aí que Henri Castelli deu um soco que atingiu Guilherme [Aciolly], que só revidou. Henri tentou agredir o Bernardo [Malta], o soco pegou no amigo Guilherme, que estava com ele no local. Esse amigo reagiu de forma instintiva, recebeu um soco e deu outro em sequência”, diz o advogado.

“Não posso afirmar que ele estava embriagado sem que um laudo venha atestar isso. Apesar de todo mundo dizer que ele estava totalmente alterado. Acredito que ele não estava no seu estado normal”, completa Doria.

Já a defesa de Guilherme Aciolly diz que o empresário teve um derrame no olho, decorrente do soco que levou de Castelli. “Ele foi ao médico no dia seguinte e recebeu o laudo de um derrame no olho”, diz o advogado.

‘Agressores’ indiciados por lesão corporal grave

O delegado Fabrício Lima do Nascimento, responsável pela Delegacia de Barra de São Miguel, município localizado no litoral de Alagoas, onde ocorreu o caso, informou que Guilherme Aciolly e Bernardo Malta serão indiciados pelo crime de lesão corporal grave.

“Há duas versões para o ocorrido: a da vítima (o ator) e a que os autores apresentaram. Os autores disseram que houve uma discussão antes (da agressão). Comprovadamente só uma pessoa assumiu. Estamos individualizando o caso. O outro autor foi quem primeiro discutiu com a vítima (o ator) e, durante a discussão, soube por um amigo que teria havido agressão verbal a ele por parte da vítima e, por isso, ele teria revidado. A vítima teria tentado agredi-lo fisicamente e o outro autor antecipou a agressão, eles acabaram entrando em briga e tudo aconteceu. O autor que assumiu a agressão (a Henri Castelli) afirmou que teria levado um murro da vítima e por isso revidou. Já a versão da vítima da vítima (o ator) é a que ela não sabe qual foi o motivo da agressão. Ela estava com a cabeça baixa, mexendo no telefone e não sabe quem a agrediu nem o porquê”, contou o delegado.

“Já ouvimos mais de 10 pessoas, entre envolvidos e testemunhas e o inquérito está praticamente concluído. Acredito que semana que vem, na conclusão do inquérito, já encaminharemos para o Ministério Público que, entendendo que houve crime, oferecerá denúncia e iniciará o processo na Justiça”, acrescentou Fabrício.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS