REVELAÇÕES

Ator que morreu de câncer denunciou abuso sexual na Record antes de morrer

Léo Rosa enfrentava câncer nos testículos desde 2018

quarta-feira, 10/03/2021, 11:37 - Atualizado em 10/03/2021, 11:42 - Autor: Com informações do UOL


Léo Rosa enfrentava câncer nos testículos desde 2018
Léo Rosa enfrentava câncer nos testículos desde 2018 | Reprodução

O ator Léo Rosa, de 37 anos, que fez seu último trabalho em "Amor de Mãe", da Globo, morreu por complicações de câncer de testículo. Antes de morrer, ele chegou a fazer uma vaquinha para ajudar no tratamento da doença, além de fazer uma grave denuncia contra a Record. As informações são do UOL. 

Léo chegou a fazer vaquinhas na internet para arcar com as despesas do tratamento alternativo no México e depois para continuar o mesmo em casa. O ator chegou a vender o carro que havia comprado quando estreou em "Vidas Opostas", na Record. 

"Passei por uma situação na Record de abuso sexual e por esse motivo não piso mais o pé lá. Isso vai ser dito, estou escrevendo uma história, que falará sobre coisas que passaram sobre minha vida", contou ele. A emissora ainda não se pronunciou sobre este assunto. 

Leo descobriu o câncer aos 33 anos, em julho de 2017, na época que gravava a série "Mecanismo", da NetFlix. Na ocasião, a doença já estava com metástase em grau 3.

Nos últimos meses, Leo gostava de ficar em contato com a natureza, ler, tentou retomar às atividades físicas. No Instagram, ele postava vídeos fazendo exercícios, como pular corda, flexão e gostava de fazer trilhas.

O último trabalho de Leo na TV foi uma participação como o repórter César, em "Amor de Mãe", da Globo. O convite para a novela veio da autora, Manuela Dias..

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS