DISTÚRBIOS ALIMENTARES

Mayra Cardi fica 7 dias de jejum e rebate críticas

Famosa foi acusada de estar incentivando distúrbios alimentares.

quinta-feira, 29/04/2021, 13:37 - Atualizado em 29/04/2021, 13:37 - Autor: Com informações da Revista Quem


Mayra Cardi foi acusa de incentivar distúrbios alimentadores após fazer jejum de sete dias.
Mayra Cardi foi acusa de incentivar distúrbios alimentadores após fazer jejum de sete dias. | Reprodução

Já pensou ficar sete dias de jejum? Mayra Cardi é conhecida pelos seus programas de emagrecimento, onde atende anônimos e até famosos. Mas, desta vez, ela foi alvo de ataques nas redes sociais. As informações são da Revista Quem.

Mayra Cardi usou as redes sociais para rebater os ataques após ela revelar que aderiu a um jejum de 7 dias. Segundo ela, o motivo não foi para perder peso, mas mesmo assim, as críticas foram muitas, de que ela estaria incentivando distúrbios alimentares. 

"Fiz jejum de 7 dias. COM SUPERVISÃO e com a finalidade de saúde, alma, oração e estudos. Quem quiser saber mais, tem uma live com o profissional do meu IGTV", começou ela.

"Não fiz para emagrecer porque sou contra jejum para emagrecer tenho 2 programas de emagrecimento e nenhum usa jejum. Sem mais!", completou ela no Twitter.

"Ainda sobre jejum. Coloquei nos meus destaques com nome 'artigos jejum' pesquisas e artigos comprovando o benefício do jejum a SAÚDE não é a Mayra que está falando nem o Dr @drcorassa são VÁRIOS médicos e pesquisadores do mundo todo, contra fatos não há argumentos! Eu NÃO FIZ nem sou a favor de fazer jejum para emagrecer! JAMAIS faria. Agora eu quero que um ser humano me apresente um artigo científico que comprove que jejum faz mal, ou seja ao contrário que aí sim eu mudo de opinião sem problema algum porque falar até papagaio fala, quero ver provar o que fala! Mais uma vez não estou incentivando ninguém a NADA!", desabafou Mayra. 

E você, internauta, o que achou? É contra ou a favor do jejum?

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS