Diário Online
POLÊMICA

Neymar detona CNN por notícia sobre mortes no RJ: 'Piada'

O jogador parecia não acreditar que a comunicadora tivesse se posicionado contra os policiais daquela forma

sábado, 08/05/2021, 17:51 - Atualizado em 08/05/2021, 17:51 - Autor: Com informações do porta UOL


Os jogadores Neymar Jr. e Lucas Moura criticaram uma fala da jornalista e o canal de notícias
Os jogadores Neymar Jr. e Lucas Moura criticaram uma fala da jornalista e o canal de notícias | Reprodução

A operação policial no Jacarezinho, na Zona Norte do Rio de Janeiro, que terminou com 29 mortos, na manhã da última quinta-feira (06), virou assunto no mundo da bola após um vídeo da apresentadora da CNN Brasil, Daniela Lima, viralizar nas redes sociais criticando a ação da Policia Civil. Com isso, os jogadores Neymar Jr. e Lucas Moura criticaram uma fala da jornalista e o canal de notícias.

"Uma operação policial que chega em um lugar para prender 21 pessoas, prende seis e deixa 25 mortos, precisa ser olhada de perto. Conseguiu o feito macabro de ser a mais letal da história do Rio. Moradores do Jacarezinho, onde aconteceu essa ação desastrada, para dizer o mínimo, trágica, da polícia foram a um protesto. (...) Raquel, 25 mortos e um policial. O discurso da polícia e que estava todo mundo fortemente armado. Aparentemente, estavam muito armados, mas não sabia atirar. Eram 24 armados e mataram só um do outro lado, morreram todos esses", disse Daniela, nesta sexta (07), no programa "CNN 360".

Nos comentários do perfil "Fui Clear", o jogador brasileiro do Tottenham, Lucas, parecia não acreditar que a comunicadora tivesse se posicionado daquela forma. Pouco depois, o camisa 10 do Paris Saint-Germain também digitou na publicação.

"Parece piada um negócio desse. Cada dia se superam, impressionante", comentou Lucas. "Parece piada mesmo, só pode", completou Neymar, que curtiu o post.

LEIA TAMBÉM!


A ação da Policia Civil, que visava impedir uma suspeita de que menores de idade estavam sendo aliciados pelo tráfico na região, foi considerada pelo governador Cláudio Castro (PSC) e pela Polícia Civil como "trabalho de inteligência".

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS