Diário Online
JUSTIÇA

Pais de sequestradores de Silvio Santos aguardam indenização

A família tenta receber uma indenização no valor de R$ 200 mil

quinta-feira, 02/09/2021, 17:41 - Atualizado em 02/09/2021, 17:41 - Autor: Com informações da Veja


Fernando Dutra Pinto morreu na prisão após sequestrar o dono do SBT.
Fernando Dutra Pinto morreu na prisão após sequestrar o dono do SBT. | Reprodução

Há exatos vinte anos, a filha do dono do SBT, Patrícia Abravanel, foi sequestrada por dois irmãos, Fernando Dutra Pinto e Esdra Dutra Pinto. Dias depois, Silvio Santos, também foi mantido refém na casa dos dois, no Morumbi. O caso emblemático se tornou um dos assuntos mais comentados pela mídia na época. 

Duas décadas depois, os pais dos sequestradores, Antônio Sebastião Pinto e Anésia de Jesus Dutra Pinto, continuam tentando receber uma indenização de R$ 200 mil, que foi determinada pela Justiça como forma de compensação financeira pela morte do primeiro filho, ocorrida em 2002, em uma penitenciária paulista. 

Fernando morreu aos 22 anos, com uma parada cardíaca. Na ocasião, a família tentou provar que a morte teria sido provocada por envenenamento e espancamento. A família alegou, na Justiça, que o jovem estava sob custódia do estado e que tinha que ter sua vida resguardada. 

Os pais de Fernando venceram no Judiciário, mas não puderam ser indenizados, já que os pagamentos entraram na lista de precatórios, que são as dívidas contraídas pelo governo e que não são pagas de forma imediata. 

Já o irmão de Fernando, Esdra Dutra, de 41 anos, foi condenado a dezenove anos de cadeia. em 2015, ele foi para o regime aberto. A pena foi concluída e, atualmente, ele mora em Cotia, na Grande São Paulo, onde passou a frequentar uma igreja evangélica. 

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS