Diário Online
VOCÊ LEMBRA?

O Clone: ator esfaqueado atrasou gravações na época

Caso aconteceu em maio de 2002, em Botafogo, no Rio de Janeiro

quinta-feira, 13/01/2022, 22:25 - Atualizado em 13/01/2022, 22:25 - Autor: Com informações do TV História


Novela está de volta na emissora pelo "Vale a Pena Ver de Novo"
Novela está de volta na emissora pelo "Vale a Pena Ver de Novo" | Divulgação/Arquivo

A novela O Clone, da Globo, certamente foi uma das várias obras que marcaram a teledramaturgia. Atualmente, o sucesso de Glória Perez está de volta na emissora pelo “Vale a Pena Ver de Novo”, onde muitos terão a oportunidade de reviver as atuações dos protagonistas Murilo Benício e Giovanna Antonelli.

O que muitos não sabem, porém, é que durante a gravação da novela chegou a ser paralisada várias vezes e não, não foi por causa da pandemia da Covid-19, mas sim pela epidemia de dengue, além, claro, de um ator que também foi esfaqueado.

+ Suely Franco mete o pau em casamento: "um horror"

O ator em questão é Haylton Farias, o responsável por dar vida na trama ao psicanalista de Lobato. O caso aconteceu em maio de 2002, em Botafogo, no Rio de Janeiro. Haylton levou uma facada no peito pelo próprio vizinho de apartamento.   

Ator Haylton Farias interpretando um psicanalista na trama
Ator Haylton Farias interpretando um psicanalista na trama | Arquivo
OCORRÊNCIA

Na época, foi relatado que o vizinho estava incomodado com o “entra e sai” do apartamento do ator, que também é psicólogo e atendia na residência. Uma discussão aconteceu ainda na portaria do prédio, mas foi na área externa que a agressão foi concretizada. Na calçada, Farias foi atacado pelo vizinho que usou um canivete.

O ator ficou em estado grave e precisou ser submetido a uma cirurgia. Felizmente, pôde voltar às telinhas depois de ter se recuperado. No ano seguinte à agressão, Farias estava em “Malhação”.

Entre os trabalhos, estão Alma Gêmea, O Profeta, Páginas da Vida, Pé na Jaca e Paraíso Tropical. Atualmente, porém, o artista tem se dedicado inteiramente ao teatro.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS