Diário Online
BASTIDORES

Veja a última cena de Daniella Perez e as mudanças na novela 

Assassinato da atriz de 22 anos voltou aos holofotes por conta do documentário Pacto Brutal, produzido pela HBO Max

quinta-feira, 28/07/2022, 10:49 - Atualizado em 28/07/2022, 11:11 - Autor: Com informações de Terra

Google News

Daniella e Guilherme gravaram cena de rompimento cerca de 3 horas antes do crime
Daniella e Guilherme gravaram cena de rompimento cerca de 3 horas antes do crime | Reprodução

Então novela das 20h da TV Globo, "De Corpo e Alma" era mais uma daquelas que tinham conquistado o Brasil. A novela, o primeiro trabalho solo da autora Gloria Perez, se mantinha em boa audiência, já antecipando a trajetória de sucessos que a escritora construiria nos anos seguintes. Até que em 28 de dezembro de 1992 tudo mudou. A atriz Daniella Perez, que vivia a jovem Yasmin na atração, foi brutalmente assassinada por Guilherme de Pádua, ator que interpretava seu par romântico na novela. O caso está sendo retratado na série documental "Pacto Brutal: O Assassinato de Daniella Perez", que tem seus três últimos episódios disponibilizados hoje na HBO Max. 

O crime aconteceu quando "De Corpo e Alma" tinha quatro meses no ar, isto é, mais de 50% da novela já tinha sido transmitida. Com a ajuda da esposa, Guilherme de Pádua assassinou Daniella Perez com mais de 22 perfurações e abandonou o corpo da atriz em uma floresta, no Rio de Janeiro. O crime chocou o Brasil e a TV Globo precisou tomar medidas urgentes para seguir com a novela. Assim, uma série de modificações foram realizadas, entre elas, a mudança imediata na redação final.

Leonor Bassères e Gilberto Braga Com o assassinato da filha, Gloria Perez se afastou por uma semana da condução da trama. Desta forma, os autores Leonor Bassères e Gilberto Braga assumiram a narrativa e revisaram cerca de 20 capítulos. Mesmo após o choque do assassinato de Daniella, Gloria preferiu não encerrar o folhetim repentinamente e também não abandonar a sua produção. Segundo um depoimento do diretor Daniel Filho, a autora teria dito que "continuar a trabalhar seria uma maneira de não morrer com a filha".

A escritora voltou ao trabalho e seguiu escrevendo a novela até o último capítulo, que foi ao ar em 5 de março de 1993

Final de Yasmin: última cena exibida na TV 

A solução dada pelos autores foi um intercâmbio. Yasmin foi para o exterior estudar e nunca mais voltou. A última cena da jovem, gravada horas antes do crime, foi ao ar no dia 19 de janeiro de 1993, quando Yasmin desce as escadas do sobrado da família e para no último degrau para ouvir uma conversa. A despedida da personagem com os familiares no aeroporto foi realizada por uma dublê.

 

Essa menina era muito querida. Como que pode, tantos anos se passarem e esse assunto ainda mexer tanto com a gente, né? Dhora Cerqueira
 

Última cena de Daniella Perez e Guilherme de Pádua, jamais exibida

Daniella e Guilherme gravaram cena de rompimento cerca de 3 horas antes do crime

Daniella e Guilherme gravaram cena de rompimento cerca de 3 horas antes do crime


Poucas horas antes de ser assassinada, na noite de 28 de dezembro de 1992, Daniella Perez gravou uma cena do capítulo 141 de De Corpo e Alma, novela das 21h escrita por sua mãe, Gloria Perez. 

Na sequência dramática, Yasmin coloca um ponto final no romance com Bira, interpretado por Guilherme de Pádua, que seria condenado a 19 anos de prisão pelo homicídio.

“Acabar por quê? Não te entendo, a gente está numa boa, não tá?”, reage o cobrador de ônibus. “Por que... Por que eu não estou apaixonada por você”, afirma a jovem. Exaltado, Bira tenta reverter a situação, mas é inútil. “Cê que sabe”, diz ao final da cena – e sai do quarto batendo a porta.

Esse momento não foi exibido na novela. Logo após o crime, ocorrido na noite em que foi ao ar o capítulo 127, a Globo ordenou a exclusão de todas as cenas com Guilherme de Pádua. O personagem desapareceu da trama sem explicação.

Uma edição especial do Globo Repórter revelou os bastidores daquele último dia de trabalho da vítima e de seu algoz. Ouvidos pelo repórter Marcelo Rezende, o diretor da novela, Fábio Sabag, e o camareiro Walfredo Rosário contaram que o ator apresentava comportamento inquieto e chorou de verdade atrás das câmeras.

Bira, por sua vez, o cobrador vivido por Guilherme de Pádua, não teve o mesmo fim. O personagem desapareceu da trama sem maiores detalhes e nunca mais foi citado.

Novos temas na atração

Com sede de justiça, Glória Perez viu no seu trabalho uma forma de protestar. A autora retorna à condução do folhetim com dois novos temas para serem exibidos ao público. Glória inseriu em "De Corpo e Alma" dois assuntos importantes relacionados ao crime: a inadequação do Código Penal e a morosidade da Justiça.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS