Diário Online
BOA FASE

Ricco Vallente celebra sucesso e prepara nova música

O cantor segue focado na gravação da faixa “De Boaça”

sexta-feira, 04/06/2021, 20:08 - Atualizado em 04/06/2021, 20:07 - Autor: Com informações de divulgação


Rico comemora canções que já estão tocando nas rádios
Rico comemora canções que já estão tocando nas rádios | Divulgação

O cantor paraense Ricco Vallente comemora o melhor momento da carreira e o sucesso das duas últimas músicas de trabalho “Amorcito” e “No me dejes”, essa gravada com a cantora baiana Gilmelândia.

DOL Music: Nova plataforma para divulgar sua música

Atualmente o cantor segue focado na gravação da faixa “De Boaça”, que será lançado em agosto deste ano.

Para Ricco Vallente, a alegria de ver o reconhecimento profissional e o sucesso das canções em várias rádios paraenses é uma alegria que não cabe no peito.

"Estou muito feliz com o novo trabalho. Em 2019 gravei meu 2º EP solo “In la vibración”, com composições inéditas, escrita por Nilk de Oliveira e Anderson Farias. Retornando ao Brasil, agora gravo o 3º EP solo “#MinhaVibe”, com Diego Ramos, baixista e produtor musical que está na direção desse trabalho que promete”, disse o músico.

“De boaça” é composição da cantora e compositora Lidia Ronecy, vocalista da banda Sayonara.

Segundo Diego Ramos, que também é produtor da cantora Joelma, a canção “De Boaça” é rica por misturar elementos como reggaeton e hip hop ao sertanejo. 

“Tem uma parte da música que é narrada, que é na linha do Hip Hop, já que o reggaeton tem um pouco dessa influência do Hip Hop, tanto na fala quanto nos sons eletrônicos. Então a proposta foi essa, pegar o sertanejo e colocar essa pegada latina dentro do sertanejo, porque essa pegada latina é a vertente que o Ricco Vallente vem trabalhando há um tempo e é o som que ele curte. Acho que a música ficou bem legal e deu uma diversificada ao que já vinha rolando no cenário musical”, explicou Diego Ramos.

Ricco Vallente sempre envolve paraenses nos trabalhos, porque enxerga nisso a oportunidade de divulgar os talentos do Pará, opinião que Diego Ramos também compartilha. “Acho importante apoiar projetos musicais de artistas do Pará, porque nós somos um dos grandes exportadores de boa música do Brasil. Temos vários exemplos aí, entre eles, Banda Calypso, Fafá de Belém, Beto Barbosa, Leila Pinheiro e vários outros que saíram daqui”, concluiu o produtor.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS