Diário Online
SONHO DE LIBERDADE

Lia Sophia lança trilha em parceria com Zélia Duncan. Ouça!

“Não vou pedir licença” chega às plataformas e dá visibilidade a mulheres lésbicas, bissexuais, trans e travestis

sexta-feira, 10/09/2021, 18:34 - Atualizado em 10/09/2021, 18:34 - Autor: Redação


Lia Sophia e Zélia Duncan nos bastidores da gravação de “Não Vou Pedir Licença”
Lia Sophia e Zélia Duncan nos bastidores da gravação de “Não Vou Pedir Licença” | Divulgação

A cantora e compositora paraense Lia Sophia lança hoje (10), o single/clipe “Não Vou Pedir Licença”, nas principais plataformas de streaming.

A canção foi composta para o documentário “Assim como o Ar, Sempre nos Levantaremos”, da diretora pernambucana Clara Angélica, e conta com a participação especial de Zélia Duncan.

“É uma música pop que dá visibilidade a mulheres lésbicas, bissexuais, trans e travestis, suas alegrias, medos e angústias. A partir de um pequeno briefing da diretora, compus duas músicas e a escolhida foi ‘Não Vou Pedir Licença’. É claro que pensei na minha própria história, sei como é ter medo, ser rejeitada pela família e julgada pelas pessoas, e ainda assim seguir sendo eu mesma. E tenho muitos privilégios, imaginem mulheres trans, negras e periféricas. Essas pessoas seguem firmes, sem pedir licença, vivendo da sua coragem e luta e não por sorte. É sobre isso a música”, explica Lia.


Liberdade de viver, sonhar e amar é o mote da canção que, em tom afirmativo, lembra que a existência de pessoas com orientações sexuais e identidades de gênero diversas não precisa de autorização ou permissão de outros para serem quem são.

“Eu acredito que todos devem ter o direito sonhar e amar, e principalmente de ser quem é. Espero que essa mensagem alcance as pessoas, sim. Muitas têm morrido no Brasil por causa do preconceito e do desrespeito ao outro. Precisamos repensar a nossa humanidade”, provoca.

O single vem acompanhado de um clipe, com imagens dos bastidores do encontro de Lia Sophia e Zélia Duncan, mais imagens do documentário. A parceria entre as duas artistas foi sonhada e desejada por Lia, que tem em Duncan uma referência musical.

“Foi incrível! Sou fã do trabalho da Zélia desde que eu cantava muitas músicas dela nos bares de Belém. Ela é uma grande intérprete e é muito representativa para a comunidade LGBTQIA+. Tenho dito que foi mais um sonho que realizei. A música tem sido muito generosa comigo”, conta Lia, que fará no dia 14 de setembro, às 20h30, uma live em seu perfil do Instagram com a diretora do documentário, Clara Angélica.

“Pra mim, enquanto artista e compositora, é muito especial ser convidada para compor uma música especifica para um documentário, isso mostra confiança na minha capacidade e no lugar de fala que tenho para falar sobre o assunto. O documentário está lindo e emocionante, já tive a chance de assistir em primeira mão. Eu tenho mais lançamentos em breve, singles e clipes. E se Deus quiser, mais duetos incríveis”, finaliza Lia. O filme está inscrito em festivais pelo mundo e ainda está sem data de lançamento definida.

OUÇA E VEJA

Single/clipe “Não Vou Pedir Licença”, de Lia Sophia com participação especial de Zélia Duncan

Onde: Principais plataformas de streaming e mais Instagram.com/liasophia

Informações: liasophia.com.br

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS