Diário Online
NOVIDADE

Raí Saia Rodada lança novo EP "Cheiro do Mato"

O cantor busca essência de homem do campo em novo trabalho

quinta-feira, 03/03/2022, 12:19 - Atualizado em 03/03/2022, 12:18 - Autor: Wal Sarges/Diário do Pará

Google News

Raí Saia Rodada revela o que os fãs podem esperar do novo trabalho.
Raí Saia Rodada revela o que os fãs podem esperar do novo trabalho. | Divulgação

O cenário quente com imagens do campo como pano de fundo para a narrativa do homem simples, escolhido para o clipe da música “Cheiro do Mato”, é também a essência do novo EP do cantor Raí Saia Rodada, lançado há três semanas, com o mesmo nome, e que já tem milhares de plays nas plataformas digitais.

Teatro Margarida Schivasappa recebe espectáculo beneficente

Banda de 'hino' da Guerra Fria lamenta conflito na Ucrânia

Dono de hits como “Tapão na raba” e “Bebe e vem me procurar”, Raí Saia Rodada reuniu quatro composições no novo projeto – além da faixa-título, “Madame”, a inédita “Isso não é traição” e “Astronauta”. Para o artista, o conceito do EP era aquilo que ele já desejava fazer há algum tempo. “É um sentimento de muita alegria ver o resultado e o alcance que o EP vem gerando. Em cada música que faço, eu boto emoção, faço como uma troca. A cada música, busco transmitir essa alegria para que a galera também retribua com muito carinho. A cada post, vendo a música crescer em alcance, é uma alegria sem tamanho”, disse ele, em uma entrevista coletiva virtual à imprensa da qual o DIÁRIO participou.

Nas plataformas digitais, o EP e especialmente a música “Cheiro do Mato” alcançaram bom público logo após o lançamento. No TikTok, foram 1,2 milhão de acessos somente no primeiro dia de divulgação. “Cheiro do Mato” também viralizou no YouTube (1.186.372 visualizações) e já consta no Top 20 das músicas em alta da plataforma. Raí diz, no entanto, que esse caminho nas redes não é premeditado. “Primeiro, gosto de ver como as músicas ficarão na minha voz e depois, a gente com o compositor vê se dá para fazer ‘dancinha’ (risos)”, afirmou.

A inspiração de “Cheiro do Mato”, como disse Raí, vem dele mesmo. “A música tem a minha cara, eu nasci para ela e ela nasceu para mim. Quando a gente se identifica com a música, sem nem entender que ela pode estourar daqui para amanhã, sei que vou cantar aquela música muito bem porque ela reflete a minha história”, destacou o cantor. “Todo mundo sabe que eu sou um cara que veio da roça e graças a Deus eu consigo trazer um pouco da roça para o meu trabalho. E quando falo em ‘Cheiro do Mato’, tem tudo a ver comigo. O nome da música é muito forte e acredito que não só o EP, mas o projeto vai ser um sucesso”, comemorou.

Cada elemento usado nos versos da faixa-título simboliza algo marcante para Raí. “Primeiro tem o café que a gente toma desde criança e depois a história do meu pai, na parte que fala: ‘obrigado meu Deus por me deixar aqui’. É uma parte que me emociona demais. Ele faleceu há 14 anos e deixou uma responsabilidade muito grande para mim, eu fiquei tomando conta de tudo no sítio, da minha mãe e de todo mundo. Então, é muito forte para mim. Nesse clipe, eu estava com muita vontade de colocar minha mãe, a gente pelejou, mas não deu certo. Ainda conseguimos colocar um menininho lá”, disse o artista, emocionado. A música faz um link com outro sucesso de Raí, “Filho do Mato”, lançado em 2018, representando bastante a identidade do povo nordestino, a luta e o cenário difícil do campo, mas que ainda assim é onde está o coração.

A gravação do clipe de “Cheiro do Mato” durou três dias, contou Raí. “Fiz amizade com umas pessoas da Bahia e fomos a uma fazenda que foi o berço para nascer essa linda história. Passamos uma semana lá, onde começamos a ter umas ideias. Nosso roteirista já levou um roteiro todo pronto, mas chegando ao lugar, tivemos outras ideias e fomos trabalhando. Foi tudo muito bom, teve roda de viola, de sanfona. Fizemos ainda uma fogueira e no outro dia a gente finalizou”, relatou.

Apesar de gostar de todas as músicas, ele confessa um carinho especial por uma das faixas do EP. “Eu namorei por um tempo a música ‘Astronauta’, que já pretendia gravar, mas as minhas favoritas são as quatro. Todas elas foram escolhidas por mim junto com a minha produção. Hoje, namoro bastante a música ‘Cheiro do Mato’ porque eu canto romântico, ‘pisadinha’, ‘piseiro’, me identifiquei mais com ela”, afirma o cantor.


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS