Diário Online
Esporte / Esporte Brasil
RESPEITO A TODOS

Vasco vence e faz manifestação pró LGBTQIA+

O Vasco foi a campo com o novo uniforme, em homenagem ao movimento LGBTQIA+

domingo, 27/06/2021, 23:38 - Atualizado em 27/06/2021, 23:38 - Autor: FOLHAPRESS


Imagem ilustrativa da notícia: Vasco vence e faz manifestação pró LGBTQIA+
| Reprodução/Instagram

O Vasco pegou o elevador na Série B com uma vitória crucial e apertada diante do Brusque, por 2 a 1, em São Januário. O jogo deste domingo (27), pela sétima rodada, teve uma série de simbolismos, reencontros com o passado e emoção.

Fato é que os gols de Cano e Léo Matos levaram o Vasco ao sexto lugar da competição, com 10 pontos, dois atrás que o Sampaio Corrêa, que hoje fecha o G4. A terceira vitória cruz-maltina fez com que o time do técnico Marcelo Cabo ultrapassasse o próprio Brusque. Na próxima rodada, o Vasco visita o Goiás, na Serrinha, quarta-feira, às 19h. Já o Brusque recebe o Brasil de Pelotas, também na quarta, mas às 17h.

O Vasco foi a campo com o novo uniforme, em homenagem ao movimento LGBTQIA+ (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais, Queer, Intersexo, Assexual e +). A faixa transversal no peito vascaíno ganhou as cores do arco-íris. Mais cedo, o zagueiro e capitão Leandro Castan publicou no Instagram uma citação da Bíblia com a intenção de mostrar a origem do arco-íris, segundo o texto.

Indagado sobre o posicionamento do jogador, o Vasco respondeu "que se orgulha de ser um defensor histórico da diversidade, o que o torna, de fato, um clube de todos". Em nota, acrescentou que "a inclusão e acolhimento defendidos pelo Vasco pressupõem o respeito às individualidades e opiniões de seus atletas, colaboradores e torcedores". O Vasco ainda se disse "imbuído da missão de participar ativamente do debate acerca de temas importantes para a sociedade, o que não significa limitar a participação de quem quer que seja nessas discussões".

Na arquibancada, o Vasco fez um mosaico com a palavra "respeito". A letra "i" foi formada com as cores do arco-íris.

O lateral-esquerdo Riquelme foi substituído ainda aos 41 minutos do primeiro tempo depois de ser atingido com o braço do meia Diego Mathias. O jogador do Brusque foi quem sofreu a falta na disputa, mas levou amarelo mesmo assim. Com sangramento no nariz, Riquelme precisou deixar a partida. O lateral levou quatro pontos no local. Marcelo Cabo optou por deslocar o meio-campo MT para a lateral, lançando Sarrafiore no jogo.

O gol de empate do Brusque, marcado aos 34 minutos do segundo tempo, veio com um jogador que já conhecia bem a Colina: o atacante Edu. Hoje com 29 anos, ele passou pela base vascaína entre 2004 e 2009. Na Série B atual, chegou ao quinto gol, sendo o principal responsável pelas bolas na rede do time. O Brusque tem sete gols na competição. Quando Edu empatou o jogo, o pai do jogador, que é vascaíno e estava entre os convidados do time visitante no estádio, caiu em lágrimas.

Coube a Léo Matos, já aos 42 minutos do segundo tempo, fazer o gol que deu a vitória ao Vasco. A jogada teve participação de Leandro Castan, que ganhou a disputa pelo alto, fazendo com que a bola chegasse para o lateral na área. Ele estava livre e não perdeu a oportunidade.

VASCOLucão; Léo Matos, Ernando, Leandro Castan e Riquelme (Sarrafiore); Andrey, Galarza (Gabriel Pec), MT (João Pedro), Marquinhos Gabriel (Daniel Amorim) e Morato (Léo Jabá); Germán Cano. Técnico: Marcelo Cabo.

BRUSQUEJefferson Paulino; Toty, Claudinho, Ianson e Airton; Fillipe Soutto (Jhon Cley), Zé Mateus, Diego Mathias (Gabriel Taliari) e Alex Ruan (Bruno Lopes); Thiago Alagoano e Edu (Juliano). Técnico: Jerson Testoni.

FICHA TÉCNICAVASCO 2 x 1 BRUSQUECompetição: Brasileirão Série B, 7ª rodadaLocal: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)Data/hora: 27 de junho de 2021 (domingo), às 21h (de Brasília)Árbitro: Salim Fende Chavez (SP)Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Daniel Paulo Ziolli (SP)Cartões amarelos: Cano, Léo Matos, Castán, Daniel Amorin e MT (Vasco) Diego Mathias, Thiago Alagoano e Bruno Lopes (BRU)GOLS: Cano, do Vasco, aos 17 minutos do segundo tempo; Edu, do Brusque, aos 34 minutos do segundo tempo; e Léo Matos, aos 42 minutos do segundo tempo.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS