Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$
BOM PARA INSÔNIA

Remo e Coritiba ficam no 0 a 0 em jogo sonolento no Baenão

Leão e Coxa pouco fizeram para balançar as redes nesta segunda-feira (04); Empate deixa os azulinos em 10º lugar, caindo uma posição na classificação.

segunda-feira, 04/10/2021, 22:10 - Atualizado em 04/10/2021, 22:17 - Autor: Kaio Rodrigues

Google News

Tocantins teve a melhor chance do Leão ao acertar a trave no início do segundo tempo.
Tocantins teve a melhor chance do Leão ao acertar a trave no início do segundo tempo. | Samara Miranda/Remo

O Clube do Remo não saiu do 0 a 0 contra o líder Coritiba, na noite desta segunda-feira (04), no Baenão, em Belém, em jogo que encerrou a 28ª rodada da Série B do Brasileiro. Com o resultado, os azulinos chegaram aos 38 pontos na competição nacional e caem uma posição, ficando agora na 10ª colocação. Já o Coxa chegou aos 54, abrindo cinco pontos de diferença para o vice-líder Avaí.

VEJA COMO FOI O LANCE A LANCE

No geral, o jogo foi morno. Apenas o início do segundo tempo animou quem assistia, quando o Leão Azul deu dois ataques perigosos, um deles acertando a trave com Lucas Tocantins. O Coritiba tentou dar a resposta com Rafinha, mas Thiago defendeu o chute de longa distância. O camisa 1 remista, inclusive, salvou o empate no último lance, quando parou William Alves cara a cara.

Próximos compromissos:

Na 29ª rodada da Série B do Brasileiro, o Clube do Remo encara o Vila Nova, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o OBA. O confronto está marcado para começar às 19h da próxima sexta-feira (08). Já o líder Coritiba irá enfrentar o Cruzeiro. A partida acontece também no dia 08, no Estádio Couto Pereira, a partir das 21h30.

Primeiro Tempo:

O jogo começou com o Coxa indo para cima do Remo, que  que se fechava e buscava sair em velocidade pelo lado esquerdo quando surgia a oportunidade. No entanto, começou o festival de passes errados. Ninguém criava nada e o Leão Azul começou a querer entregar a "paçoca" com falhas e indecisões no seu sistema defensivo.

O Coxa trocava passes sem pressa na busca por espaços. Rafinha era o mais acionado. No entanto, poucos vácuos aparecia na defesa remista, fazendo com que Léo Gamalho buscasse a bola fora da área. Já os azulinos pouco trabalhavam a bola e encontravam dificuldades nas armações das jogadas. O meia Felipe Gedoz pouco deu as caras na etapa e quando apareceu foi errando cruzamentos, para variar.

Segundo Tempo:

Os 45 minutos finais voltaram bem melhores que a primeira etapa. Aos 2 minutos, Lucas Tocantins aproveitou passe de Matheus Oliveira para o meio e acertou a trave de Wilson. Aos 4, foi a vez de Felipe Gedoz assustar com um chute que desviou na zaga e quase trai o goleirão do Coxa. Aos 6 minutos, resposta do Coritiba com chute de longe de Rafinha.

Apesar disso, as equipes voltaram a fazer um jogo brigado, sem chances claras e sem criação. Aos 25 minutos, o centroavante Léo Gamalho até balançou as redes, mas o árbitro Zandick Gondim Alves Junior já havia marcado irregularidade do camisa 9, após domínio com o braço. Os dois times passaram a mais discutir do que a jogar.

O Remo melhorou após as substituições de Felipe Conceição e buscou pressionar o Coritiba nos últimos minutos. No entanto, os azulinos não conseguiam espaços para assustar o gol de Wilson. A partida foi se encaminhando para o fim e o Coxa recuou, suportando a pressão dos donos da casa, que começaram a tentar em escanteios, mas sem sucesso. No último lance, Thiago salvou o Leão após ficar cara a cara com William Alves.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS