Diário Online
Esporte / Esporte Brasil
ITUANOOOOOOO

Time de técnico ex-Re-Pa sobe e vai disputar Série B em 2022

Time paulista comandado pelo técnico Mazola Junior e que tem no elenco o castanhalense Igor Henrique, confirma o acesso dentro da Série C com uma rodada de antecedência

domingo, 31/10/2021, 19:36 - Atualizado em 31/10/2021, 21:12 - Autor: Agência Futebol Interior


Torcida do Criciuma esteve em bom número no estádio Heriberto Hulse, mas o Ituano que saiu fazendo a festa com o acesso.
Torcida do Criciuma esteve em bom número no estádio Heriberto Hulse, mas o Ituano que saiu fazendo a festa com o acesso. | Divulgação/ Criciúma

Em janeiro deste ano, quando o Clube do Remo conquistou o tão sonhado acesso à Série B, uma mensagem em rede social chamou atenção, era o técnico Mazola Júnior, parabenizando a equipe azulina pela conquista. Porém este ano, o treinador pode comemorar o feito da equipe que efetivamente comanda.

O Ituano garantiu, por antecipação, o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro ao empatar sem gols com o Criciúma, neste domingo à tarde, no estádio Heriberto Hulse, pela quinta rodada das quartas de final da Série C. Com 10 pontos, o time paulista lidera o Grupo C. Na última rodada, o Ituano vai receber o Botafogo-PB, no estádio Novelli Júnior, em Itu. O Criciúma, com seis pontos, ainda lutará pela segunda vaga na última rodada, quando vai enfrentar o Paysandu, em Belém (PA).

Lembrando que Mazola treinou tanto o Clube do Remo quanto o Paysandu com boas passagens pelos times locais.

TORCIDA EM MASSA

Apoiado pela grande presença de sua torcida, o Criciúma tentou impor um ritmo forte no início de jogo. Só foram confirmados menos de seis mil torcedores, mas o estádio parecia ter mais de 10 mil. Mas o Ituano parecia preparado para esta pressão inicial, se posicionando atrás com quatro defensores e congestionando o meio-campo na segunda linha. Apenas o atacante Tiago Marques ficava no ataque.

BAIXA NO FINAL

O time catarinense sofreu uma baixa aos 44 minutos, quando o lateral Claudinho cometeu falta violenta e acabou expulso. Antes ele já tinha sido advertido com o cartão amarelo. Para recompor seu time, o técnico Cláudio Tencati fez duas trocas na volta do intervalo. Entraram Hygor e Alemão nos lugares, respectivamente, de Henan e Léo Costa.

A melhor chance do Criciúma aconteceu logo aos três minutos, numa cobrança de falta de Silvinho e rebatida pelo goleiro Pegorari. A bola voltou na área, bateu na cabeça do zagueiro Marcel e saiu por cima do travessão. Em seguida, um susto para o time da casa. O lateral Hélder cometeu falta pesada em Pacheco e recebeu cartão amarelo, porém, o VAR chamou o árbitro Rodolpho Toski Marques (PR) para rever o lance, recomendando o cartão vermelho. O árbitro, porém, manteve o amarelo.

ITUANO CONTROLA

O Ituano começou a se soltar após os 20 minutos, quando arriscou chute com Caio e teve uma cabeçada do zagueiro Matheus Silva que passou perto da trave. No mais, o time paulista soube administrar o resultado que lhe interessava. O Criciúma, aos poucos, foi perdendo as forças. Aos 40 minutos, Silvinho cobrou escanteio em curva e Pegorari espalmou de novo. Os últimos momentos foram de pressão, com oito minutos de acréscimos. O Ituano se segurou e os jogadores comemoraram muito o acesso já garantido com uma rodada de antecedência.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS