Diário Online
Esporte / Esporte Brasil
NÃO DEU!

Tuna perde para o Ceará e é eliminada da Copa do Brasil

Os paraenses apenas se defenderam, não conseguiram sair para jogar e se tornaram presas fáceis para os alvinegros; Vina e Cléber foram os autores dos gols e garantiram R$ 1,9 milhão para o Vozão

terça-feira, 15/03/2022, 23:47 - Atualizado em 16/03/2022, 00:02 - Autor: Kaio Rodrigues

Google News

Vina marcou o primeiro gol do Vozão
Vina marcou o primeiro gol do Vozão | Thiago Gadelha / SVM

A Tuna Luso Brasileira não foi párea para o Ceará e acabou sendo eliminada da Copa do Brasil pelo placar de 2 a 0, em jogo na noite desta terça-feira (15). A Águia do Souza, que havia feito história após passar para a segunda fase da competição pela primeira vez na história, acaba se despedido do torneio nacional. Os gols da partida foram marcados por Vina e Cléber.

No geral, a equipe cruzmaltina abdicou de jogar e buscou se defender desde o primeiro minuto. Os comandados de Emerson Almeida não conseguiam sair e viam o Vozão pressionar cada vez mais. Vitor Lube era o grande destaque com grandes defesas. No entanto, um erro de marcação acabou culminando no primeiro gol e uma jogada de bola parada sacramentou a eliminação da Tuna.

Veja como foi o Lance a Lance:

Primeiro Tempo:

Podemos resumir os primeiros 45 minutos como um bombardeio. Ao todo, foram 13 chutes do Vozão contra apenas uma da Tuna, que foi realizada pelo atacante Jayme e passou bem distante do gol de João Ricardo. Já o goleiro cruzmaltino, Vitor Lube, realizou quatro grandes defesas, evitando com que os alvinegros saíssem em vantagem para o intervalo.

A Tuna Luso em momento algum conseguiu propor o jogo. A equipe abdicou de jogar e apenas se defendia, dava chutões para frente e nada construía. O Vozão dominava, busca jogadas aéreas no início e depois infiltrações pelo meio. A Tuna não conseguia chegar ao último terço do campo e sempre perdia a bola na intermediária cearense.

Aos 25 minutos, o Ceará explorou a avenida que tinha no lado esquerdo da Águia do Souza. Nino Paraíba cruzou, Zé Roberto ajeitou, Mendoza chutou, a bola desviou e sobrou para Vina marcar. O bandeirinha, equivocadamente, marcou saída de bola na hora do cruzamento, para revolta dos jogadores cearenses. Aos 37, Victor Luis bateu falta e a bola explodiu na trave. Richardson ficou com o rebote e Vitor Lube fez grande defesa.  No último lance, desta vez, de maneira correta, o auxiliar acertou e anulou o gol de Mendoza.

Segundo Tempo:

A parte final voltou com Luan entrando no lugar de Jayme e com o Ceará mantendo o domínio da partida. A Águia do Souza buscava valorizar cada paralisação para ganhar um tempo, ficando evidente a proposta de jogo da equipe. Com isso, o jogo ficou maçante, com várias faltas e pausas. O Vozão tinha pressa e buscava acelerar seu jogo para abrir o placar.

O tempo foi passando, a Tuna se fechava cada vez mais, os alvinegros se desesperavam e tinha dificuldades nas construções das jogadas. Até que, aos 25 minutos, Nino Paraíba cruzou, Vina, livre, cabeceou para o fundo do gol, abrindo o placar no Castelão. Cléber marcou o segundo aos 42 minutos, dando números finais à partida. O atacante que havia entrado no segundo tempo, havia marcado antes, mas o bandeirinha errou mais uma vez.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS