plus
plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Edição do Dia
Previsão do Tempo 34°
cotação atual R$


home
GINÁSTICA

Rebeca Andrade brilha e avança às finais do Troféu Brasil

Rebeca Andrade executa com precisão suas séries e se classifica para as finais de trave e barras assimétricas no Troféu Brasil de ginástica artística.

twitter Google News
Imagem ilustrativa da notícia Rebeca Andrade brilha e avança às finais do Troféu Brasil camera Rebeca Andradé durante apresentação | Reprodução

Rebeca Andrade é uma ginasta artística brasileira e se destacou no cenário internacional ao ganhar a medalha de prata no individual geral e a medalha de ouro no salto nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, sendo a primeira ginasta brasileira a conquistar uma medalha olímpica, ela também teve sucesso em campeonatos mundiais e em outras competições importantes, solidificando sua posição como uma das principais atletas de ginástica artística do Brasil e do mundo.

Na sexta-feira (21), ocorreu a qualificação do Troféu Brasil de ginástica artística na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. Na disputa feminina, as atletas que devem representar o Brasil nos Jogos Olímpicos Paris-2024 competiram por seus clubes e se classificaram para as finais. Rebeca Andrade, o nome mais aguardado pelo público nas arquibancadas, brilhou nas barras assimétricas e na trave, garantindo vaga nas finais de ambas as provas.

Com a proximidade dos Jogos Olímpicos, as atletas que devem ir para Paris não participaram de todos os aparelhos para preservar o corpo e evitar lesões. Rebeca Andrade, por exemplo, não competiu no solo e no salto. No entanto, nas suas outras provas, a campeã olímpica apresentou excelentes séries para se classificar para as finais. Rebeca Andrade ficou em primeiro lugar nas barras assimétricas com 14.800 pontos, incluindo uma nota de execução de 8.900. Já na trave, Rebeca marcou 13.767 pontos, avançando para a final em segundo lugar.

Conteúdos relacionados:

Flávia Saraiva, lidando com um desconforto no ombro, competiu apenas na trave, onde executou uma versão simplificada de sua série e obteve 13.767 pontos. Lorrane Oliveira pontuou 12.633 na trave e 13.367 nas barras assimétricas, garantindo vaga nas duas finais.

Jade Barbosa e Julia Soares se destacaram no solo. Jade Barbosa levantou o público com sua apresentação ao som de Britney Spears, apesar de algumas chegadas imprecisas, conseguindo uma boa nota de 13.833 pontos. Jade também competiu em outros dois aparelhos, obtendo 13.567 pontos nas barras assimétricas e 12.233 na trave.

Quer ler mais notícias de esporte? Acesse nosso canal no Whatsapp

Por fim, Julia Soares aumentou a dificuldade de sua série no solo, terminando o dia em primeiro lugar no aparelho. Ela adicionou um flic sem mãos em sua primeira passada, elemento que aumenta em dois décimos o grau de dificuldade da série. Julia obteve 13.500 pontos para garantir a vaga na final do solo. A ginasta do Cegin também está na final da trave, onde marcou 13.633 pontos.

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

    Mais em Esporte Brasil

    Leia mais notícias de Esporte Brasil. Clique aqui!

    Últimas Notícias