Esporte / Esporte Pará
PURGATÓRIO

Caverna do Dragão: capa do Bola traz Salatiel como o "Vingador" do Remo sobre o Papão 

A agonia do Papão não chegou ao fim. Mais uma vez o time cometeu erros e não conseguiu atravessar o portal entre as divisões nacionais. Essa “Caverna do Dragão” bicolor incomoda demais a Fiel.

quarta-feira, 20/01/2021, 10:15 - Atualizado em 20/01/2021, 10:15 - Autor: Diário Online


Os jovens viveram várias aventuras no mundo cheio de dificuldades de onde não conseguiram sair
Os jovens viveram várias aventuras no mundo cheio de dificuldades de onde não conseguiram sair | D'angelo Valente

A capa do caderno Bola do jornal Diário do Pará, desta quarta-feira (20), faz uma analogia com a ficção e é válida entre os bicolores, como Caverna do Dragão, desenho animado de grande sucesso dos anos 1980 em que seis adolescentes são transportados para um mundo mágico e não conseguem voltar para casa. O grupo não consegue sair do purgatório para um lugar melhor, ou seja, a tão sonhada Série B. 

Veja os protagonistas 

Vingador - o próprio Clube do Remo na figura do algoz bicolor, o atacante Salatiel. 

Mestre dos Magos - o técnico Brigatti

Presto - ex-presidente Ricardo Gluck Paul

Eric - goleiro Paulo Ricardo

Hank - o atacante Nicolas

Bobby - o zagueiro Micael

Os personagens da Caverna do Dragão tinham que visitar de vez em quando o Salão dos Ossos para “recarregar as baterias”. Em campo, os bicolores mostraram um claro esgotamento físico na reta final da Série C. Uma campanha de recuperação exige mais tanto fisicamente quanto tecnicamente. A falta de regularidade acabou cobrando um preço alto nos jogos decisivos e atrapalhando a busca pelo acesso. Não havia tempo para servir de Salão dos Ossos para recuperar a todos.

A perda do acesso não pode ser creditada a um ou outro adversário, pois o Paysandu chegou até à última rodada dependendo das próprias forças e perdeu de 1 a 0 para um time que ainda pleiteava a vaga. No entanto, as derrotas nos dois clássicos da fase semifinal deram ao Clube do Remo ares do Vingador, o antagonista que não te liquida, mas mina as tuas forças e te atrapalha na busca do objetivo final. A perda dos seis pontos em disputa fez uma diferença enorme, assim como o abatimento que derrotas no clássico sempre trazem.

Créditos: 

Arte: D'angelo Valente

Edição Bola: Carlos Eduardo Vilaça

Texto: Tylon Maués


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS