Diário Online
Esporte / Esporte Pará
ESTRATÉGIA?

Tuna: elenco sabe de favoritismo azulino e quer surpreender

Com a Tuna classificada para a fase semifinal do Paraense, técnico Robson Melo ameniza pressão e avisa que o Remo, rival deste domingo, é que tem maior responsabilidade em buscar o título

sábado, 08/05/2021, 08:12 - Atualizado em 08/05/2021, 08:24 - Autor: Nildo Lima


Tuna não participava de uma semifinal da elite estadual desde 2013
Tuna não participava de uma semifinal da elite estadual desde 2013 | Matheus Vieira PH/Tuna

Com a Tuna Luso garantida na semifinal do Parazão, algo que aconteceu pela última vez em 2013, o técnico Robson Melo, “O Mister”, e seus jogadores focam no Clube do Remo, adversário deste domingo, às 10h, no Souza, pela penúltima fase da competição local. O treinador afirmou, após a derrota da última quarta-feira diante do Itupiranga (1 a 0), que espera um duelo de 180 minutos bastante acirrado na briga por uma das vagas na final.

“Nós voltamos e agora é outra história, outra competição”, afirmou o técnico. “O Clube do Remo é um dos candidatos ao título, mas a gente vai corrigir algumas coisinhas e vamos para a batalha da semifinal”, disse.

O comandante tunante admitiu que precisa fazer, em curto tempo, ajustes na equipe, para que ela consiga surpreender o adversário na decisão de 180 minutos. O jogo de volta será na quarta-feira (12), no Baenão.

O fato da Tuna ter avançado à semifinal ao perder em casa para o Itupiranga (1 a 0) não chegou a desestimular o treinador. “Fizemos um bom jogo, equilibrado. O Itupiranga valorizou muito essa nossa chegada à semifinal”, disse Melo, elogiando a força do Crocodilo no jogo de volta, depois de ter sido facilmente derrotado em casa, por 3 a 0, o que deu grande vantagem à Lusa no jogo decisivo. “A gente poderia jogar até às 7 horas da noite que a bola não entraria. O time deles estava muito bem organizado lá atrás e não fomos tão competentes na criação”, declarou.

RESGATE

A classificação do time alviverde deu a garantia a Melo de que a Tuna “está viva e muito viva.” Questionado sobre a volta da Lusa em grande estilo à elite do futebol local, depois de conviver por vários anos com o tormento da Segunda Divisão, o treinador respondeu.

“Esse resgate da Tuna, desse gigante do futebol paraense, se deu lá atrás, na Segundinha, com um grupo que abraçou a causa e com uma diretoria séria que nos deu suporte”, alegou.

TIME

O treinador deve ter de volta, para enfrentar o Leão, o lateral Alexandre Pinho que, lesionado, não pôde enfrentar o Itupiranga. Dificilmente Melo fará outras mudanças em sua equipe.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS