Diário Online
Esporte / Esporte Pará
PAPÃO PREPARADO!

Com marca histórica, Paysandu chega sem desfalques à semi

Equipe do técnico Itamar Schülle não sofre gols há sete jogos. Papão deve repetir equipe titular do último jogo.

terça-feira, 11/05/2021, 23:33 - Atualizado em 11/05/2021, 23:33 - Autor: Kaio Rodrigues/DOL


Papão chega com força máxima em partida decisiva contra o Japiim.
Papão chega com força máxima em partida decisiva contra o Japiim. | John Wesley/Paysandu

Nesta quarta-feira (12), o Paysandu recebe o Castanhal na Curuzu, em Belém, para decidir quem ficará com a primeira vaga na final do Campeonato Paraense. O técnico Itamar Schülle terá todos os jogadores disponíveis, inclusive o volante Paulinho, que foi substituído no primeiro tempo do jogo de ida, após sentir um desconforto na coxa.

Atacante Fidélis garante Castanhal motivado para semifinal

O Papão, que busca o bicampeonato estadual, chega defendendo uma sequência de sete jogos sem sofrer gols, a maior do clube nos últimos 29 anos de Parazão. A equipe do técnico Itamar Schülle pode chegar ao recorde histórico do ano de 1992, quando o Lobo ficou 10 jogos sem ter as redes balançadas, caso chegue à final e não sofra gols.

“Fico muito feliz pelos números que o Paysandu alcança. Alcançar esses sete jogos sem tomar gols, essa melhor marca em 29 anos pelo Campeonato Paraense, realmente é muito tempo, algo para se pensar e ficar feliz como treinador do Paysandu e os próprios torcedores. É uma marca importante que tem sido construída com o trabalho com uma equipe equilibrada”, afirmou em entrevista ao site bicolor.

Apesar do bom momento defensivo e de ser um dos quatro semifinais do Parazão, os bicolores continuam sendo cobrados pelo torcedor e parte da imprensa esportiva do estado por causa dos baixos desempenhos apresentados na maioria das partidas, inclusive contra o Japiim, adversário de logo mais. O treinador bicolor disse que o resto do conjunto da equipe continua em evolução.

"Sabemos que temos valências, coisas que precisam melhorar. A gente sabe e trabalha muito para isso, mas é um conjunto. Não é mérito somente de um setor do campo da parte defensiva, é todo um conjunto de um trabalho que começa lá na frente e que vai fortalecendo os demais setores para que a equipe seja equilibrada. É um trabalho que está sendo feito, está sendo construído e nós vamos conquistar no dia a dia, jogo a jogo, os objetivos que nós temos traçados no Paysandu”

O Lobo deve ir a campo com a mesma equipe que iniciou a partida em Castanhal, sendo assim, os 11 devem ser: Victor Souza; Israel, Perema, Yan (Alisson) e Bruno Collaço; Denilson, Paulinho (Elyeser), Ratinho; Robinho, Marlon e Nicolas.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS