Esporte / Esporte Pará
EM BUSCA DO TÍTULO

Volante elogia a Tuna e projeta final contra o Paysandu

Alexandre Pinho é um dos homens de confiança do técnico Robson Melo desde a Segundinha. Volante voltou contra o Remo após dois jogos fora devido lesão no joelho.

quinta-feira, 13/05/2021, 23:41 - Atualizado em 14/05/2021, 07:30 - Autor: Kaio Rodrigues/DOL


Alexandre Pinho garante estar 100% e projeta final contra o Paysandu
Alexandre Pinho garante estar 100% e projeta final contra o Paysandu | Matheus Vieira/Tuna.

Peça fundamental no meio de campo da Tuna Luso, o volante Alexandre Pinho voltou a atuar na segunda partida das semifinais contra o Remo, após se recuperar de uma lesão no joelho esquerdo na partida contra o Itupiranga, nas quartas de final. Na ocasião, 3 a 0 para a Gloriosa contra o Crocodilo e gol do camisa 6 tunante. O jogador ficou de fora da volta contra o IFC e do primeiro jogo contra o Leão, mas agora garante estar 100% para ajudar a Águia nas finais contra o Paysandu.

Robson Melo faz história e leva Tuna Luso à final do Parazão

“Infelizmente acabei levando uma forte pancada no meu joelho contra a equipe do Itupiranga e acabei perdendo dois jogos. Mas, primeiramente, agradeço a Deus e depois ao nosso fisioterapeuta, João Paulo, pelo excelente trabalho de recuperação, me deixando 100% para o jogo contra o Remo. Estou preparado e à disposição do professor Robson Melo para o jogo diante do Paysandu”, comentou.

Natural do Pará, Alexandre Pinho bateu o primeiro pênalti da Lusa na série de alternadas. Batida colocada, forte, no canto direito do goleiro Vinícius, que até foi, mas não alcançou. Ele elogiou o espírito competitivo da Águia Guerreira durante a partida e em buscar o gol de empate até o final do tempo regulamentar.

“Toda partida procuramos evoluir. Contra o Remo não foi diferente. Mesmo atrás do placar, não deixamos de jogar. Continuamos em busca do gol de empate e graças a Deus conseguimos no final da partida. Foi muito importante para nós e conseguimos a vitória nas penalidades”, contou.

Agora, a parada será outra. Pela frente, o atual campeão paraense e recordista de títulos estaduais, o Paysandu. Para o volante, a equipe da Águia deve ter atenção total em ambos os jogos da decisão e classificou o título como fundamental para a entidade cruzmaltina.

“Agora é um outro clássico. Novamente teremos uma forte equipe pela frente, que é o Paysandu. É uma decisão de 180 minutos. Sabemos que será decidido no detalhe, como foi contra o Remo, mas a Tuna vai em busca da vitória, respeitando o adversário, mas vamos em busca desse título que é fundamental para o clube”

Paysandu e Tuna consideram a possibilidade dos jogos contarem com a presença dos seus torcedores. O Papão já enviou a documentação para a Federação Paraense de Futebol e a Águia deve reforçar o pedido.

“Sabemos que a presença da torcida é muito importante. Pelo tempo e carência de ir ao estádio, voltar a assistir os jogos, a vibrar, porém o mais importante é a saúde. Deixamos isso na decisão dos órgãos competentes decidirem o que é melhor para todos os envolvidos nos dias dos jogos”, concluiu Alexandre Pinho.

Tuna e Paysandu decidem o Campeonato Paraense 2021. As partidas estão marcadas para acontecer nos próximos domingos, dia 16 e 23 de maio, nos Estádios do Souza (10h) e Curuzu (17h), respectivamente. O Papão tenta o 49º troféu e o bicampeonato, enquanto que a Águia quer terminar um jejum que já dura 32 anos.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS