Diário Online
Esporte / Esporte Pará
APOSTA

Paysandu espera resultados da operação “Aceita o Eutrópio”

Paysandu e Tuna Luso se enfrentam neste domingo (23), na Curuzu, pelo duelo de volta da final do Campeonato Paraense. No primeiro jogo, a Lusa levou a melhor com uma vitória por 4 a 2, no Souza, no domingo passado.

sábado, 22/05/2021, 07:51 - Atualizado em 22/05/2021, 08:47 - Autor: Tylon Maués


Vinícius Eutrópio listou seus méritos em vídeo para os torcedores do Papão
Vinícius Eutrópio listou seus méritos em vídeo para os torcedores do Papão | Vitor Forcellini-JEC

O recém contratado técnico do Paysandu, Vinícius Eutrópio, chega em Belém, é apresentado oficialmente, na véspera do segundo jogo decisivo do Campeonato Paraense, e inicia trabalhos presencial. Um dos desafios do Papão, desde o anúncio do nome de Eutrópio, é convencer parte da torcida que torceu o nariz para a escolha. O clube divulgou mais um vídeo com declarações do treinador, no qual ele repete juras de amor à nova casa e também faz uma lista de conquistas como técnico, auxiliar e coordenador. Em seu perfil pessoal na rede social Instagram, o novo comandante alviazul também listou seus feitos.

Também pelas redes sociais, o presidente Maurício Ettinger fez uma série de postagens no Twitter para pedir confiança e paciência por parte da torcida, admitindo a má repercussão, mas que é apenas o início de um trabalho. “Amanhã (hoje) vamos apresentar o nosso técnico Vinícius Eutrópio na PapãoTV. Domingo vai assistir a final com a gente na Curuzu. Eu estou acompanhando toda essa repercussão nas redes sociais e vamos falar sobre os critérios pra contratação do novo treinador”, escreveu o dirigente.

O presidente bicolor completou: “Quero dizer para vocês que confiamos muito no trabalho que o Vinícius vai desempenhar no comando técnico do nosso time. Tenho convicção de que faremos uma boa Série C e que ele será o nosso treinador do acesso. Vamos acreditar. Ele está vindo para Belém muito motivado, muito focado no nosso projeto. Energia positiva, pensamento positivo que vai dar tudo certo já a partir de domingo, se Deus quiser”.

No vídeo endereçado aos torcedores, Eutrópio buscou amenizar as críticas. “De forma oficial venho dizer que assumi o Paysandu, nosso querido Papão da Curuzu, o maior do Norte do País, com a maior torcida apaixonada e não é à toa chamada de fiel, pois é exigente, participa, vive cada momento do clube. Por isso estou muito contente, pois é um grande clube em minha carreira. Tenho certeza que vai dar certo, sei das minhas responsabilidades, das exigências e dos objetivos”.

O treinador falou sobre suas passagens por outras equipes. “Assim como outros grandes clubes tive conquistas internacionais e acessos, títulos estaduais, títulos nacionais, todos esses muito importantes em minha carreira. Mas venho dizer a vocês: nenhum desses foi tão desafiador como a missão de recolocar o Papão no caminho das vitórias, no caminho das principais divisões do futebol brasileiro”, afirmou Eutrópio, que pediu a união e apoio de todos em prol do Papão. “Temos que contar com todo mundo: torcedor, jogador, diretoria, para que a gente possa colocar o Papão no objetivo principal deste ano, que é colocar na Série B, na final do campeonato”.

O treinador chega em Belém nesta sábado (22).

PRESENÇA DÁ MOTIVAÇÃO

O que tinha que ser feito para final foi feito no Paysandu. No último treino antes da decisão, nada de trabalhos mais fortes, até para evitar algum imprevisto. O time titular só é conhecido por Wilton Bezerra, que comanda o time uma única vez no campeonato e justamente na decisão. Mesmo com a cobrança a mais pelo último jogo, os bicolores apostam numa boa atuação e numa briga equilibrada pelo título.

“A gente vem trabalhando muito para reverter essa situação. Temos que ter mais atitude na frente, agredir mais a Tuna. Nós estamos preparados, sim. Estamos em um momento de muita doação nos treinos para fazer um grande jogo”, diz Igor Goularte, que minimiza as cobranças dos últimos dias. “Pressão sempre existe no Paysandu, o que a gente tem é ansiedade para que chegue logo o domingo e comece logo a partida”, completou o atacante.

Jhonnatan observou o desempenho defensivo do time durante o campeonato como algo a ser levado em consideração. “Esse equilíbrio da parte defensiva tem que ser mantido, buscando algo a mais à frente”, afirma o jogador. “É um jogo difícil e importante. Temos mérito por ter chegado aqui e temos qualidade. Quem já atuou em uma final sabe que é diferente, que não vai ser de qualquer jeito que chegaremos ao título”.

O que muda, também, é que na Curuzu terá a presença de Vinícius Eutrópio observando os futuros comandados. “Quando muda um treinador é uma situação diferente, todos querem mostrar mais serviço em busca de um lugar no time”, reconhece Igor Goularte.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS