Diário Online
Esporte / Esporte Pará
PRA CIMA, PAPÃO!

Fonseca quer Paysandu forte mentalmente para jogos decisivos

Treinador bicolor falou sobre o elenco que tem em mãos, reforços, da importância de cada ponto conquistado e projeta duelo contra o Botafogo-PB, "será um grande jogo de futebol"

quinta-feira, 05/08/2021, 22:38 - Atualizado em 05/08/2021, 22:38 - Autor: Kaio Rodrigues


Treinador é uma das esperanças do torcedor bicolor na caminhada pelo acesso.
Treinador é uma das esperanças do torcedor bicolor na caminhada pelo acesso. | (Foto: Jorge Luís Totti/Paysandu)

No comando técnico do Paysandu há 10 dias, Roberto Fonseca aproveita cada treinamento para buscar conhecer da melhor e da mais rápida maneira as características de cada jogador do elenco que tem em mãos. O treinador elogiou o desempenho dos atletas no dia a dia de trabalho e disse que o clube segue de olho no mercado, visando se reforçar para a sequência da competição nacional.

"Temos um grupo muito interessado em trabalhar. Compraram nossa ideia. Sentimos que tivemos uma segunda semana mais intensa, mais aberta de trabalho. Vemos jogadores interessados e preocupados em dar retorno taticamente. Óbvio que nenhuma equipe fecha antes de terminar a data limite de inscrição. Todos precisam estar atentos às oportunidades de mercado e no Paysandu não é diferente. Precisamos fortalecer em alguns aspectos. Nós da comissão e direção estamos atentos às oportunidades para que possamos ser ainda mais fortes"

Restando oito jogos para o termino da primeira fase e com as equipes próximas na tabela de classificação, qualquer deslize pode ser fatal. Restam 24 pontos em disputa. O Papão, terceiro colocado, soma 16. Levando em conta os cálculos de edições passadas para chegar à segunda fase, serão precisos entre 12 ou 14 pontos, um aproveitamento de no mínimo 50% e, na melhor das expectativas, próximo dos 60%.

"Precisamos estar mentalmente fortes, focados, de estar concentrados no trabalho. Qualquer ponto é muito bem-vindo e temos que estar sempre pontuando, principalmente por conta da nossa colocação na tabela para que a gente possa obter a classificação. Claro que quanto melhor a posição, melhor para o Paysandu, mas temos que nos preocupar em pontuar para se manter no G-4".

LEMBRANÇA AMARGA

Nos últimos dois anos o torcedor bicolor viu as temporadas terminarem de maneira frustrante. Na de 2019, um "assalto" sofrido no Estádio dos Aflitos contra o Náutico, restando menos de 30 segundos para o fim da partida tirou o Papão da Série B do ano seguinte.

Na Terceira Divisão de 2020, desempenho abaixo do esperado no quadrangular final e a quarta posição do grupo, mesmo chegando com chances de acesso na última rodada.

"Acredito que é uma coisa normal (a pressão pelo acesso) para todos aqueles que trabalham com a camisa do Paysandu. É preciso estar sempre pensando em títulos, acesso, conquista de objetivos. Independente do que aconteceu no ano passado e no retrasado, temos nosso objetivo bem definido neste ano e é em cima disso que temos que trabalhar. É saber da responsabilidade e para onde queremos ir"

 

Roberto Fonseca terá seu segundo desafio no comando do Papão no próximo domingo, contra o Botafogo-PB
Roberto Fonseca terá seu segundo desafio no comando do Papão no próximo domingo, contra o Botafogo-PB | (Foto: Jorge Luís Totti/Paysandu)
 

Neste ano de 2021, sob o comando de Itamar Schülle e Vinícius Eutrópio, vimos um Papão no 4-3-3, sem um meia de ligação. Na estreia de Roberto Fonseca, a formação tática foi mantida. Perguntado sob como gosta de ver a equipe em campo, ele disse que é preciso se adaptar com as peças que tem à disposição, mas que gosta de um desenho mais compactado.

"Sempre procuro jogar com aquilo que tenho em mãos. Claro que se falarmos em uma montagem tática eu prefiro o famoso 4-2-3-1, com variações para o 4-4-2, ir para o 4-2-4. Depende muito das peças que se tem em mãos. Claro que temos que adaptar e direcionar aquilo que se tem de bom dentro do grupo. A gente tem jogado de uma maneira um pouco diferente aqui (no Paysandu), em comparação com outros lugares (clubes). É preciso ter um aproveitamento e saber usar o elenco e o material que temos em mãos".

BOLA PRA FRENTE

Por fim, o próximo desafio de Fonseca com o Lobo será diante do Botafogo-PB. Os paraibanos possuem a melhor defesa da competição com apenas cinco gols sofridos. O Alviceleste, por outro lado, é o melhor visitante do campeonato com três vitórias e dois empates em cinco jogos disputados. Para o treinador bicolor, a expectativa é que seja uma grande partida.

"Uma equipe que tem um aproveitamento muito bom fora de casa, que no caso é o Paysandu, contra um time muito forte defensivamente. Acredito, até mesmo por conta da tabela, que será um grande jogo de futebol. Será o vice-líder jogando dentro de casa contra o terceiro colocado, que somos nós. Isso é sinônimo de grande jogo que teremos".

 

Jhonnatan deve ganhar vaga na equipe titular no duelo contra os paraibanos.
Jhonnatan deve ganhar vaga na equipe titular no duelo contra os paraibanos. | (Foto: Jorge Luís Totti/Paysandu)
 

Botafogo-PB e Paysandu se encaram no próximo domingo (08), no Estádio Almeidão, em João Pessoa-PB, a partir das 18h. Se vencer o Belo, o Papão pode abrir quatro pontos de vantagem para o quinto colocado e até mesmo assumir a liderança do Grupo A, chegando aos 19 pontos, caso o Volta Redonda tropece contra o Manaus.

 

| DOL
 
Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS