Diário Online
Esporte / Esporte Pará
VAI COMEÇAR O MATA-MATA

Castanhal quer manter invencibilidade diante do Moto Club

Para o desafio de ida diante do Papão da Fabríl, técnico Cacaio espera o Japiim da Estrada totalmente ligado e focado na partida

sexta-feira, 10/09/2021, 18:40 - Atualizado em 10/09/2021, 18:40 - Autor: Magno Fernandes


 Técnico Cacaio quer equipe mais atenta dentro de campo, na fase de mata-mata da Série D
Técnico Cacaio quer equipe mais atenta dentro de campo, na fase de mata-mata da Série D | Divulgação/Castanhal

Terminada a fase classificatória, agora se inicia uma nova disputa dentro da Série D do Campeonato Brasileiro, no qual 32 equipes seguem na luta por 4 vagas que dão acesso à Série C na temporada de 2022. E, querendo essas vagas, duas equipes paraenses seguem vivas na competição.

Líder geral dentre todos os 64 clubes que terminaram a 1ª fase da Série D, o Castanhal agora se prepara para encarar o Moto Clube, em seu primeiro desafio na 2ª fase. O confronto de ida entre os dois times será realizado, neste domingo (12), às 15h30, no estádio Nhozinho Santos, em São Luiz. Durante entrevista coletiva realizada antes da viagem para São Luiz- MA, técnico Cacaio contou como foi a preparação aurinegra para esse desafio. 

"Foi uma semana tranquila igual as outras. Claro que o jogo requer um apelo maior, mas tivemos uma ótima preparação com dias tranquilos de trabalho. No último jogo, tivemos que poupar vários jogadores para dar mais um descanso, agora temos que fazer tudo que já fizemos. Se isso acontecer, teremos grande chance de passar para a próxima fase", disse.

Experiente por já ter comandado vários clubes paraenses nesta competição, dentre os quais o Clube do Remo (onde conquistou acesso em 2015), e o Bragantino(em 2020), Cacaio sabe todos os caminhos que deverão ser trilhados pelo Castanhal para poder chegar ao tão almejado acesso à Série C. De acordo com o treinador do Japiim, o time deverá ter redobrada atenção para garantir sua vaga.

"Sabemos que a nossa responsabilidade aumenta, porque as equipes vêm mais precavidas, mais atentas quando for jogar contra a gente. Porém, quando chega nessa fase de mata-mata, tudo é esquecido. Acho que zera tudo, todo mundo igual. Quem tiver a melhor sorte, jogar melhor nas duas partidas, com certeza vai passar", avaliou.

Após 17 anos, Castanhal e Moto Clube voltarão a se encontrar em competições nacionais. Em 2004, o Japiim ficou de fora da competição por causa da combinação de resultados no grupo. Agora em uma nova realidade, Cacaio afirma que estudou bastante o Papão da Fabril e segue para o confronto deste final de semana com todas as informações possíveis para não ser surpreendido pelo adversário.

"Já sabemos quase tudo deles. Estávamos acompanhando antes a outra chave, tivemos algumas informações agora nessa semana. Claro que sempre tem alguma surpresa, mas vamos fazer de tudo para chegar lá e não sermos surpreendidos. sabemos que o Moto tem tradição e história no cenário nacional", finalizou. 

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS