Diário Online
Esporte / Esporte Pará
SÓ DE BOA

Remo curte a Série B com boa campanha e sem risco de queda

Alguém aí lembra do Leão Azul na lanterna da Série B? Parece que foi em uma temporada diferente, já que a recuperação foi espetacular e o time hoje briga na parte de cima da tabela e não se preocupa mais com chance de queda.

domingo, 03/10/2021, 08:59 - Atualizado em 03/10/2021, 11:30 - Autor: Matheus MIranda


Imagem ilustrativa da notícia: Remo curte a Série B com boa campanha e sem risco de queda
| Reprodução / Instagram

Considerada a maior Série B de todos os tempos pelo número elevado de equipes campeãs da elite do futebol nacional como participantes no certame - cinco no total -, a segunda divisão nacional de 2021, tira qualquer desconfiança da sua grandeza, jogo após jogo, com a disputa de partidas niveladas, por vezes, resolvidas no minuto final. E, em meio ao glamour da competição e da tradição dos participantes, o único representante do Norte do país, o Clube do Remo, tem assumido com maestria a responsabilidade da região até o momento, com números bastante expressivos até o encerramento da 27ª rodada do campeonato.

Na nona posição, o Leão Azul foi o time que mais evoluiu em termos de colocação ao ter subido 11 casas na tábua de classificação, da 20° até à 9º posição. Para se ter ideia do feito azul-marinho, os paraenses estão seis posições acima do Cruzeiro-MG e a apenas três pontos do Vasco da Gama-RJ, dupla que faz parte do quinteto da grife de vencedores do Brasileirão, que por sinal, tomaram um baile do Mais Querido nos embates pelo primeiro turno.

Com a chegada da metade de partidas realizadas pelo returno e com projeção otimista quanto à sua manutenção para a Segundona da próxima temporada, ao precisar conquistar oito pontos dos 33 em disputa, além de abrir 10 pontos de vantagem para o primeiro colocado da zona do perigo, o técnico Felipe Conceição, grande responsável pela guinada em campo, fez questão de exaltar o trabalho feito.

De acordo com o próprio, a competição ainda tem muito a oferecer para o Remo. “O Remo é a equipe que ganhou mais posições dentro da Série B, o que põe a gente mais perto do G4 do que Z4. Claro que o tempo vai aperfeiçoar várias movimentações. Mas hoje a equipe demonstra, a cada partida, ser muito forte na Série B”, destacou.

O QUE VIER É LUCRO

Desde o começo da Série B do Campeonato Brasileiro, o objetivo principal traçado pela diretoria azulina sempre foi bastante transparente com a sua torcida: se manter na Segundona em busca de se reestruturar e voltar a se acostumar com um nível competitivo e intenso nos gramados antes de vislumbrar metas mais ousadas. Só que o plano está muito próximo de ser atingido, a depender de três resultados positivos engatados nos seus próximos compromissos. Até por isso, caso a sua manutenção com o respaldo matemático seja atingida o quanto antes, o caminho azulino para tentar coisas ainda mais interessantes na Segundona ficará livre.

Os atletas estão confiantes, mas optaram, primeiro, por manter o foco no plano A, ao pregar humildade nesse momento decisivo na competição. “A gente tem que pensar jogo após jogo. Acho que a gente quer estar entre os quatro primeiros, é o desejo de todo jogador estar entre os primeiros, mas a gente tem que ir um passo por vez. Pensar primeiro em permanecer na Série B. Acho que é o objetivo principal, e depois, com humildade, pezinho no chão, podemos sonhar com uma vaga no G4”, destacou o atacante Lucas Tocantins.

PROBABILIDADE

Sem mistério, para descartar qualquer chance de interromper o plano em se manter na Série B do próximo ano, o Clube do Remo precisa, em linhas gerais, conquistar três vitórias, para somar os 9 pontos necessários para atingir os 46 pontos, meta de segurança estipulada para evitar o rebaixamento. Apesar da meta precisar ser alcançada em meio a uma competição bastante nivelada, o time tem se projetado de forma positiva na busca pelo feito.

Os matemáticos endossam as perspectivas. De acordo com o site estatístico Chance de Gol, hoje, a probabilidade de rebaixamento azulina é inferior à 1%. Atualmente a nove pontos do G4, a possibilidade, nesse caso, embora pequena de acesso, também menor que 1%, os azulinos esperam correr por fora para atingi-la, mesmo que o foco atual não seja este. O Remo possui 0,9% de probabilidade de rebaixamento, enquanto possui, também, 0,7% de probabilidade de acesso.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS