Esporte / Esporte Pará
NEYMAR É DA FIEL

O Pay tá on! Neymar aparece com a camisa do Paysandu

Camisa 10 do Brasil está em Manaus para o jogo contra o Uruguai, nesta quinta-feira (14), e recebeu a visita do ídolo do Papão Lecheva: "Disse que achou a camisa do Paysandu muito bonita"

quinta-feira, 14/10/2021, 07:06 - Atualizado em 14/10/2021, 12:29 - Autor: Kaio Rodrigues


Grande estrela da Seleção Brasileira, o atacante Neymar está concentrado com o restante da delegação canarinha em Manaus, onde irá encarar o Uruguai, nesta quinta-feira (14), às 21h30, na Arena da Amazônia, em partida válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar em 2022.

O craque recebeu, nesta quarta-feira (14), a visita do ex-jogador do Paysandu Lecheva no hotel em que está hospedado e posou para foto com a camisa do Papão, que inclusive foi dada para o camisa 10 de presente. O ídolo bicolor tem uma relação de amizade com o jogador e com o seu pai, com quem já atuou profissionalmente.

"Falei com o pai dele por telefone. Conversei mais com o Neymar mesmo. Fui levar umas pessoas que queriam conhecer ele, que gostou muito da camisa. Disse que achou a camisa do Paysandu muito bonita e agradeceu. Levei uma personalizada com o nome dele, que a diretoria do Paysandu mandou para que eu pudesse entregar. Espero que dê sorte e que hoje ele possa marcar gols, ajudando a Seleção a sair com a vitória. Depois terei um almoço com o pai dele. É sempre bom relembrar os momentos, contar histórias e rever amigos, principalmente nesse mundo do futebol onde quase não para. Desde cedo ele vem ganhando o mundo e a gente fica feliz. Hoje, vamos curtir o dia e matar mais a saudades", comentou Lecheva, em entrevista exclusiva ao DOL.

 

|
 

"Foi uma visita de cortesia. Conheço o Neymar Jr, ou Juninho como eu chamo, desde garoto. Eu frequentava a casa da família dele. Tive a felicidade de poder jogar uma ou duas temporadas com o pai. Na ocasião, eu estava começando e ele terminando a carreira. O pai dele me acolheu. Via potencial. Acabamos fazendo uma amizade que perdura até hoje. Nos falamos constantemente. Fui fazer essa visita e presenteá-lo com a camisa do clube que defendi mais vezes quando fui jogador. Hoje, ainda vou dar uma do Amazonas e bater um papo melhor, pois o Neymar pai chegou ontem. Vou dar duas camisas que fazem parte da minha história e da minha vida", finalizou Lecheva.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS