Diário Online
Esporte / Esporte Pará
FUTEBOL FEMININO

Gavião Kykatejê ganha na justiça e jogará final do paraense

A equipe conseguiu provar no TJD que não estava com o CNPJ inapto.

quarta-feira, 05/01/2022, 15:02 - Atualizado em 05/01/2022, 15:59 - Autor: DOL


A equipe indígena poderá vencer a competição sem disputar a final
A equipe indígena poderá vencer a competição sem disputar a final | Foto: Reprodução/Web

As competições do futebol paraense, no ano de 2021, foram marcadas pelo bom nível técnico, mas também por disputas judiciais fora de campo. Foi assim na Segundinha, no Imbróglio entre São Raimundo e Caeté e também no Paraense feminino, entre Gavião Kykatejê, Castelo dos Sonhos e Clube do Remo.

Na manhã desta quarta-feira (5), o Gavião Kykatejê conseguiu provar sua inocência quanto a denúncias de irregularidades em seu CNPJ, que segundo a acusação, estaria invalido. O Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Pará (TJD-PA) considerou a equipe indígena inocente e com isso o time irá disputar a final contra o Clube do Remo, caso o Leão consiga reverter, também no TJD-PA, a decisão pela eliminação da equipe após acusação de homofobia por parte das atletas.

 

Clube do Remo pode ficar de fora da final do Parazão
Clube do Remo pode ficar de fora da final do Parazão | Foto: Samara Miranda/Clube do Remo
 

A equipe de Belém até então está eliminada da competição, e caso não consiga provar inocência, o Gavião será o campeão do Campeonato Paraense Feminino de 2021.

ENTENDA O CASO:

No dia 15 de dezembro de 2021, TJD-PA paralisou a competição. O órgão acolheu a denúncia do Gavião Kykatejê, de suposta irregularidades na escalação de uma atleta do Castelo dos Sonhos, rival na disputa da semifinal.

ASSISTA TAMBÉM: SANTOS ESTREIA COM VITÓRIA DE VIRADA NA COPINHA


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS