Diário Online
Esporte / Esporte Pará
MAIS FORTES

Por sucesso, Cacaio quer unir experiência com novos talentos

Treinador falou sobre ter uma equipe de chegada nas retas finais das competições, diferente do que aconteceu em 2021 e projeta planos para amistoso contra o Caeté

quinta-feira, 13/01/2022, 23:35 - Atualizado em 13/01/2022, 23:35 - Autor: Kaio Rodrigues


Cacaio acredita que formou time forte para o Paraense
Cacaio acredita que formou time forte para o Paraense | Divulgação

Em fase de preparação, visando a estreia no Campeonato Paraense, no dia 27 de janeiro (quinta-feira), contra o Paragominas, no Estádio Maximino Porpino, o Modelão, às 15h30, o Castanhal tem o elenco praticamente definido. O técnico Cacaio aguarda apenas a chegada de alguns atletas que disputaram a Copa São Paulo.

“Nós sempre exigimos mais. No entanto, para iniciar o trabalho, com o que tínhamos em 2021, está de bom tamanho para iniciar a competição. Tem os jogadores da Taça São Paulo que irão retornar para agregar ao time profissional. Mandamos um auxiliar para lá e estamos esperando o relatório. Devemos usar cinco ou seis atletas no início e o restante vamos acompanhando. Acredito que estamos com um time forte para conquistar os nossos objetivos no Campeonato Paraense”, comentou.


O Castanhal tem um amistoso preparatório contra o Caeté, que também irá disputar o Parazão 2022, após conseguir o acesso da Segundinha. As equipes irão se enfrentar neste sábado, dia 15, às 15h30, no centro de treinamento do clube aurinegro, o Ninho do Japiim. A partida amistosa não terá a presença de público, para que sejam respeitadas as restrições do avanço da Covid-19 e a gripe influenza que tem se alastrado.

“Será muito importante o amistoso contra o Caeté. É uma equipe que está no mesmo nível que o nosso, que está na competição. Vamos ter uma ideia do nosso time. Não falamos nem de resultado, mas sim de trabalho e desenvolvimento. Esperamos fazer um bom jogo treino contra o Caeté”, destacou Cacaio.

Na temporada de 2021, o Japiim criou grandes expectativas em seus torcedores por conta da campanha feita no Campeonato Paraense e, principalmente, na Série D do Brasileiro. No Parazão, frustação e queda nas semifinais após disputa de pênaltis contra o Paysandu. No torneio nacional, campanha histórica na primeira fase ao fazer a melhor campanha da história, terminando com 11 vitórias e três empates, mas "pipocada" no primeiro mata-mata.

“A torcida pode esperar um time bem aguerrido, como foi em 2021. Uma equipe que sempre vai buscar resultados. Esperamos ser mais fortes, porque, apesar de termos feito boas campanhas nas competições que disputamos na temporada passada, deixamos a desejar nas fases finais. Espero uma equipe de chegada para atingir os objetivos do Castanhal”, finalizou.


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS