Diário Online
Esporte / Esporte Pará
PARAZÃO

Duelo entre Tuna e Caeté promete dose extra de motivação

Os dois clubes prometem fazer um duelo acirrado, hoje, no Souza. Os times atravessam ótima fase e estão bem perto da classificação à próxima fase

domingo, 06/03/2022, 06:00 - Atualizado em 05/03/2022, 16:36 - Autor: Nildo Lima (Diário do Pará)

Google News

Time cruzmaltino vem de uma classificação histórica na Copa do Brasil e quer manter o pique no Parazão
Time cruzmaltino vem de uma classificação histórica na Copa do Brasil e quer manter o pique no Parazão | Ascom/ Tuna

Embalada pela inédita classificação à segunda fase da Copa do Brasil ao bater o Novorizontino, por 1 a 0, em Belém, a Tuna Luso busca hoje, diante do Caeté, a partir das 15h30, no estádio Francisco Vasques, o avanço também no Parazão. A partida é válida pela oitava rodada da fase inicial, que definirá os seis outros times classificados às quartas de final - Paysandu e Águia, no Grupo A, já estão garantidos. A partida promete fortes emoções ao torcedor que comparecer ao Souza, visto que o adversário também está motivado pela surpreendente campanha que faz em sua estreia no Estadual.

O adversário tunante lidera o Grupo C do campeonato, com 13 pontos, mesmo número do Clube do Remo, que leva desvantagem no número de vitórias - 4 a 3. Mas apesar da boa campanha do visitante, a equipe comandada pelo técnico Josué Teixeira, assim como o time da casa, não está garantido na sequência do Parazão. O Caeté tem como fantasma o Independente, que é o terceiro colocado, com onze pontos e vencendo o Bragantino chegará a 14 pontos, podendo, portanto, ocupar a primeira ou segunda colocação da chave, dependendo de uma composição de resultados.

Usando de sensatez, o técnico da Lusa, Emerson Almeida, anunciou, na sexta-feira, que mandará a campo a mesma formação que “detonou” com o Novorizontino. “É um jogo importante. É mais uma decisão e, em princípio, vou manter o mesmo time que começou o jogo passado”, avisou. “Nossa equipe apresentou um jogo consistente obtendo a vitória com uma boa apresentação”, justificou o treinador. Pelo lado do Caeté, o técnico Josué Teixeira, aparentemente, também não pensa em fazer alterações na onzena titular que vem utilizando e que tem surpreendido.

Jacaré x boto

O jogo de hoje na Arena Verde, na cidade de Paragominas, envolvendo Paragominas e Tapajós, pela oitava rodada da fase inicial do Parazão, é o tipo de jogo que tanto pode fazer sorrir como fazer chorar. A equipe da casa é a terceira colocada do Grupo A, com seis pontos, e busca a vitória para avançar na competição como uma das duas melhores campanhas na classificação geral da disputa. Mas uma derrota poderá levar o Jacaré à inédita queda à Série B do Estadual de 2023, em dez anos de fundação, o que seria uma grande decepção para a torcida do clube.

Dentro da própria chave, o Paragominas já não reúne mais nenhuma chance de classificação, visto que Paysandu e Águia, com 17 e 11 pontos, respectivamente, já asseguraram passagem antecipada às quartas de final. O jeito, então, é tentar chegar aos nove pontos e torcer para que os concorrentes na briga pela classificação como terceiro melhor não consigam uma maior pontuação. O técnico Samuel Cândido, em princípio, deve contar com a força máxima de sua equipe para o confronto decisivo, no qual o Jacaré deverá contar, ainda, com o apoio de sua torcida.

O Tapajós, por sua vez, lidera o Grupo B, mas o Boto santareno não nada em mares de tanta tranquilidade. Explica-se: Tuna Luso, com oito pontos, Bragantino e Itupiranga, com sete pontos, vêm atrás e todos estão na briga para seguir no campeonato estadual. O que anima o técnico Júnior Amorim é o fato de sua equipe ter empreendido uma boa arrancada, após um começo capenga no Parazão sob a direção do ex-treinador Robson Melo.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS