Diário Online
Esporte / Esporte Pará
VENCER E CONVENCER

Uchôa comenta sobre pressão da torcida e de jejum do Remo

Azulinos não vencem há quatro rodadas e paciência do Fenômeno Azul se esgota cada vez mais

quinta-feira, 10/03/2022, 23:00 - Atualizado em 10/03/2022, 22:59 - Autor: Kaio Rodrigues

Google News

Uchôa e o Remo estão sendo mais pressionados a cada jogo
Uchôa e o Remo estão sendo mais pressionados a cada jogo | Samara Miranda/Remo

Invictos e classificados às quartas de final do Campeonato Paraense. Parece o cenário ideal para um clube chegar ao mata-mata de uma competição, mas não é o que acontece no Remo e tem uma explicação: desempenho! Os azulinos ainda não convenceram seus torcedores em 2022 e estão recebendo cada vez mais pressão.

“Estamos acostumados com a pressão da torcida. O Remo é clube grande, tem uma torcida de massa. Ela sempre irá nos cobrar, querer o nosso melhor, que nossa equipe vença as partidas jogando bem. Isso faz parte. Temos que administrar isso bem para que não nos atrapalhe dentro de campo. Temos mais uma semana para trabalhar. Temos que melhorar e estamos com essa ciência”, disse o volante Anderson Uchôa.

Na primeira fase do Campeonato Paraense foram oito jogos, com três vitórias e cinco empates. Nas quatro últimas partidas, nenhuma vitória e apenas três gols marcados, o que ligou o alerta no Baenão. Uchôa vê triunfo como emergência para trazer novos ares para o Filho da Glória e do Triunfo e primeira partida das quartas de final como momento ideal. 

“Temos que vencer o mais rápido possível para a confiança voltar. Espero que seja no primeiro jogo das quartas de final, para dar uma segurança maior para a sequência do campeonato”, disse.

Leão segue treinando, sem previsão para jogar as quartas do Parazão
Leão segue treinando, sem previsão para jogar as quartas do Parazão | (Foto: Samara Miranda/Remo)
 

Paralisação do Parazão:

“Ficamos triste com a paralisação. Era véspera de jogo quando recebemos a notícia dessa pausa no campeonato. Fizemos toda uma preparação e é um sentimento de tristeza. Não cabe nós jogadores avaliar essa situação. Têm pessoas resolvendo isso tudo. Esperamos que volte o mais rápido possível”, finalizou.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS