Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
LEÃO MALVADÃO

Remo atropela o Caeté e avança para a semifinal do Parazão

Leão Azul chegou pressionado, tendo uma grande responsabilidade com o seu torcedor e não se intimidou; Azulinos esperam a Tuna ou Bragantino na semifinal

terça-feira, 22/03/2022, 22:04 - Atualizado em 22/03/2022, 22:04 - Autor: Kaio Rodrigues

Google News

Imagem ilustrativa da notícia Remo atropela o Caeté e avança para a semifinal do Parazão
| Samara Miranda/Remo

Mesmo chegando pressionado à segunda partida das quartas de final, o Clube do Remo tratou de "lavar a burra" e conseguiu resgatar a confiança do torcedor para a reta final do Campeonato Paraense. Os azulinos golearam o Caeté pelo placar de 4 a 0, na noite desta terça-feira (22), e garantiram vaga na semifinal da competição. Brenner, Erick Flores e Bruno Alves, duas vezes, marcaram para os azulinos.

O Leão chegou ao confronto precisando de uma vitória simples, mas, acima de tudo, mostrar para o torcedor que ele pode confiar na equipe. Deu certo: os comandados de Paulo Bonamigo fizeram um jogo seguro, com bom dinamismo e não tiveram problemas para passar pelo Guerreiro Caeteuara, que se despede do seu primeiro Parazão da história com honra.

Agora, os remistas vão esperar a definição do duelo entre Tuna Luso e Bragantino, que acontece na quarta-feira (23), no Estádio do Souza, em Belém, às 15h. No primeiro duelo, empate pelo placar de 1 a 1. Caso a Águia avance, o clássico se repetirá, como nas semifinais de 2021, onde os cruzmaltinos levaram a melhor e eliminaram o Leão Azul em pleno Baenão.

| (Foto: Samara Miranda/Remo)
  

Veja como foi o Lance a Lance:

Primeiro Tempo:

O jogo começou movimentado, mas com muitos erros de passes, principalmente do Clube do Remo, que tentou  impor o ritmo de jogo. O Leão dominava a partida e o Caeté conseguia se defender como podia. As principais chegadas azulinas eram pelas extremidades, em especial com Ricardo Luz pelo lado direito. Aos 18 minutos, Brenner abriu o placar, após aproveitar cochilo da zaga adversária.

O gol foi um banho de água fria na equipe de José Teixeira, que sentiu bastante. Aos 24 minutos, o segundo com Erick Flores, após cruzamento na medida de Ricardo Luz. O camisa 10 cabeceou no cantinho do goleiro André. Se a situação não estava boa para o Caeté, ela pirou. A equipe não conseguiu mais sair, não trocava passes e tudo isso facilitava o lado azulino.

Aos 35 minutos, Bruno Alves deu belo corte em dois marcados, invadiu a área e bateu rasteiro, no canto direito do goleiro André. O primeiro tempo dos sonhos para o torcedor azulino, que via a equipe desempenhar um bom futebol, algo que dificilmente foi visto ao longo dos nove jogos anteriores. As equipes foram para o intervalo com essa disparidade no placar.

| (Foto: Fernando Torres)


Segundo Tempo:

O Guerreiro Caeteuara voltou com três mudanças na equipe e mais ousado, pressionando o Remo e quase conseguiu diminuir o placar nos minutos iniciais. O Caeté diminuiu os espaços e foi para cima. Entretanto, aos 12 minutos, Bruno Alves matou qualquer vontade de reação. O camisa 7 aproveitou boa jogada de Erick Flores e bateu cruzado, no cantinho, fazendo um belo gol.

O Remo dominou a partida e o Caeté voltou a sentir o golpe. Os azulinos seguiram buscando aumentar o placar, com um bom ritmo. Bonamigo fez alterações para dar maior gás à equipe, que seguia fazendo seu melhor jogo em toda temporada. Thiago Mafra ainda marcou mais um, mas não valeu. Ninguém mais mexeu no placar e o Leão de Antônio Baena agora espera Tuna ou Bragantino para disputar a semifinal.

 

| (Foto: Fernando Torres)
 


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS