Diário Online
Esporte / Esporte Pará
SÉRIE C

Remo perde e deixa o G-8 da Série C; Brasil vence a primeira

Partida foi disputado no Estádio Bento Freitas, em Pelotas-RS, e teve o Xavante saindo com os três pontos; Leão Azul criou bastante, mas pecou nas finalizações

sábado, 07/05/2022, 20:12 - Atualizado em 07/05/2022, 21:09 - Autor: Kaio Rodrigues

Google News

Jogo foi bastante pegado e Índio Xavante levou a melhor
Jogo foi bastante pegado e Índio Xavante levou a melhor | Volmer Perez/GEB

O Clube do Remo foi derrotado pelo Grêmio Esportivo Brasil por 1 a 0, no Estádio Bento Freitas, no Rio Grande do Sul, na noite deste sábado (7). As equipes se enfrentam pela quinta rodada da Série C do Brasileiro. O resultado fez o Leão cair para a 10ª colocação, enquanto que o Xavante venceu a primeira e subiu para a 12º. O único gol da partida foi marcado pelo meia Karl.

No geral, o Filho da Glória e do Triunfo foi melhor, principalmente após levar o gol, mas não conseguiu transformar a superioridade em bolas na rede e voltou a ser derrotado na competição nacional. O Leão entra em campo novamente no próximo domingo (15), onde irá encarar o líder Mirassol, no Baenão, às 17h. Já o Brasil visita o Volta Redonda no Ralino de Oliveira, no mesmo dia, às 18h.

VEJA COMO FOI O LANCE A LANCE

   

Leão sai do G-8
Leão sai do G-8 | Volmer Perez/GEB
  

Resumo do 1º Tempo:

O jogo começou bem disputado. O Remo tinha mais a posse de bola e buscava chegar pela ponta esquerda com Leonan. Já o Brasil de Pelotas se fechava e chegava forte na marcação, cometendo várias faltas. As bolas na área foram as chegadas azulinas ao gol de Vitor Luiz, mas sem perigo. Principal opção ofensiva do Índio era França, que travava duelo particular com lateral-esquerdo azulino. 

O Xavante conseguia aparecer mais no ataque, porém não tinha efetividade, apesar de ter assustado o goleiro Vinícius com o zagueiro Gilberto Alemão. Remo está bem postado defensivamente. Azulinos mostram lentidão e esperavam Erick Flores e Albano entrarem no jogo. Sem meio de campo, a equipe de Paulo Bonamigo começou a ser empurrada para trás.

Aos 38 minutos, após Marcelinho chutar e bola explodir na defesa, Karl pegou rebote e bateu de chapa, de primeira, no canto esquerdo do goleiro Vinícius, para abrir o placar no Bento Freitas. O gol fez o Filho da Glória e do Triunfo sair novamente para a partida, mas sem velocidade e organização acabou indo para o intervalo em desvantagem no placar.


Segundo Tempo:

Paulo Bonamigo voltou com duas substituições. Ele tirou Bruno Alves e Kevem para colocar Fernandinho e Laílson. O Remo voltou a ficar com a posse de bola e trabalhava de um lado para o outro, mas tinha problemas para passar pelo setor defensivo dos donos da casa, que seguia bem postado. Erick Flores e Albano apareceram apenas em troca de empurrões com os adversários, após falta de Karl.

O Leão Azul cresceu no jogo. Albano começou a aparecer mais e os azulinos começaram a pressionar. Marlon, Fernandinho e Anderson Uchôa assustaram o goleiro Vitor Luiz. O tempo foi passando, mais substituições foram acontecendo e os remistas buscaram acelerar mais o jogo. A pressão era boa, o gol ia amadurecendo, mas faltava precisão.

O Remo seguiu perdendo chances e pecando nas finalizações. O Brasil de Pelotas, mesmo com as substituições, parecia sem gás e se mostrava entregue. O Índio Xavante se segurava como podia e chutava todas as bolas para frente ou para os lados. Já o Remo tinha pressa para arrancar empate, mas errava nas chegadas.

Deu Xavante no confronto contra o Leão
Deu Xavante no confronto contra o Leão | Volmer Perez/GEB
 


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS