Diário Online
Esporte / Esporte Pará
DUPLA DE MILHÕES

Medalhões nada, Aldo e Marlon chamam a responsa no Paysandu

Meia e atacante participaram de nove dos 12 gols que o Papão marcou, até aqui, na Série C do Brasileiro; Ambos falaram sobre as raízes pernambucanas e da parceria dentro e fora de campo

segunda-feira, 09/05/2022, 21:35 - Atualizado em 09/05/2022, 21:34 - Autor: Kaio Rodrigues

Google News

Os caras do momento no Papão
Os caras do momento no Papão | Fernando Torres

Quando o Paysandu começou a reformulação do elenco para a temporada de 2022, a torcida passou a se animar, principalmente após os anúncios de Ricardinho, Marcelo Toscano e Henan, três medalhões que chegavam para dar experiência ao elenco. O primeiro passou por cirurgia e pode voltar somente em outubro e o último foi emprestado ao ABC após baixo rendimento.

Sem as maiores contratações, com exceção de Toscano, renderem o esperado, o Papão vê dois jovens remanescentes de 2021 chamarem a responsabilidade e comandarem a equipe na temporada, em especial neste início de Série C do Brasileiro. O meia José Aldo e o atacante Marlon estão sendo os "caras" do Lobo até aqui.

Claro que o desempenho e sucesso dos dois passam por vários fatores, mas é óbvio que são eles que dão dinamismo e objetividade para a equipe de Márcio Fernandes. Se pegarmos os quatro gols da goleada sobre o Botafogo-SP, cada um participa de dois gols. Aldo falou sobre o momento no Paysandu e a parceria deles dentro e fora de campo.

"Estou feliz com esse momento, mas destaco o trabalho de todo o grupo e a comissão, sem eles não seria possível! O Marlon é um grande amigo, já estamos jogando um tempo juntos e cada vez mais procuramos nos entrosar e melhorar. Somos conterrâneos, então, desde o começo, já nos entendemos bem por sermos nordestinos", disse o meia e sensação da equipe ao DOL.

Aldo é aquele jogador que dificilmente aparece no futebol paraense nos últimos tempos
Aldo é aquele jogador que dificilmente aparece no futebol paraense nos últimos tempos | Fernando Torres
  

Se olharmos para os 12 gols do Paysandu até aqui no campeonato nacional, em nove têm participações de Marlon ou José Aldo, sejam elas com construção das jogadas, assistências ou gols. Sem dúvidas, é a dupla do momento. O camisa 10 bicolor, bastante criticado por muitos torcedores em fevereiro de 2021, quando renovou seu contrato, falou sobre a amizade com o meia.

"O Aldo é um jogador muito importante para a gente. Ele tem muitas qualidades e me dou muito bem com ele, desde quando chegou, não só dentro de campo, mas fora dele também. É um amigo que eu tenho. Somos pernambucanos, então nos entendemos. Ele é de Surubim e eu de Toritama. Espero que nossa parceria continue dando certo para que possamos ajudar o Paysandu na busca pelos objetivos, dando alegria aos nossos torcedores", comentou.

Marlon vem ganhando a torcida cada vez mais
Marlon vem ganhando a torcida cada vez mais | John Wesley/Paysandu
  

O sucesso de Marlon e José Aldo com a camisa do Paysandu também passa muito pelos companheiros, que engrandecem seus jogos, como Wesley, Serginho, Marcelo Toscano, Brey e Igor Carvalho, por exemplo. No geral, o Papão vai se fortalecendo e vê dois garotos de 24 e 23 anos, respectivamente, chamarem a responsa e comandarem a equipe rumo ao sucesso.

Ah! Marlon tem contrato com o Lobo até o fim de 2024 e José Aldo até o fim da temporada. Com certeza, clubes chegarão para tentar tirá-los da Curuzu, como aconteceu com o meia recentemente. É bom a diretoria bicolor blindar sua "dupla de milhões", pois o futuro está em boas mãos, ou melhor, em bons pés. Avante, Papão!

Marlon e Aldo podem levar o Papão ao acesso, basta a equipe contribuir, que o resto eles resolvem
Marlon e Aldo podem levar o Papão ao acesso, basta a equipe contribuir, que o resto eles resolvem | Fernando Torres
  
Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS