Diário Online
Esporte / Esporte Pará
VALE VAGA E GRANA

Meia visa "final" com Cruzeiro e diz estar confiante na vaga

Erick Flores espera dificuldades diante da Raposa, mas aposta na força do Leão Azul; Ele comentou sobre o mau momento na Série C e diz que azulinos ainda não entenderam o espírito da competição

segunda-feira, 09/05/2022, 22:26 - Atualizado em 09/05/2022, 22:25 - Autor: Kaio Rodrigues

Google News

Remo tem decisão valendo R$ 3 milhões
Remo tem decisão valendo R$ 3 milhões | Samara Miranda/Remo

Virando a chave, o Clube do Remo volta a focar as atenções na Copa do Brasil. O Leão Azul entra em campo na próxima quinta-feira (12), onde irá encarar o Cruzeiro, no Estádio Independência, às 19h, em Belo Horizonte (MG. Os azulinos venceram a ida por 2 a 1 e jogam pelo empate. O meia Erick Flores espera problemas, mas aposta na classificação remista às oitavas de final. Vaga vale R$ 3 milhões.

Defesa coloca Clube do Remo em alerta para decisão

“Vai ser uma final de campeonato. É importante frisar a experiência do nosso time. Sabemos do adversário que iremos enfrentar, das dificuldades, mas estou bastante confiante que faremos uma grande partida diante do Cruzeiro”, comentou.


SÉRIE C

Se o Leão vive um momento "confortável" na Copa do Brasil, não dá para dizer o mesmo na Série C do Brasileiro. Em cinco jogos, apenas sete pontos somados, seis gols marcados, seis sofridos e fora do G-8, na 11ª colocação. Flores falou que a equipe ainda busca uma identidade de jogo. Próximo adversário será o líder Mirassol.

“Estamos tentando buscar o sistema ideal. Sabemos que não iremos conseguir manter um bom nível em todos os jogos, mas nas partidas em que todos conseguiram cumprir suas funções, tivemos um desempenho muito favorável. Temos que conseguir buscar o nosso limite para dar sequência nas decisões”, destacou.

Olhando para os adversários enfrentados até aqui apenas o Manaus está no G-8. Mesmo assim, o Leão Azul conseguiu tropeçar contra São José (16º) e Brasil de Pelotas (14ª), vencendo apenas Vitória (17ª) e Confiança (19ª). Ou seja, mesmo com os adversários mais fragilizados até aqui, os azulinos seguem atuando abaixo do esperado.

“São partidas totalmente diferentes. Temos que entrar no espírito da Série C. Temos um time muito qualificado. Precisamos colocar o espírito de luta, entrega até o final. Porque vai acontecer muito de o primeiro perder para o último por conta disso. Temos que estar sempre com um pouco mais de vontade que a equipe adversária”, finalizou.


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS