Diário Online
Esporte / Esporte Pará
REDENÇÃO

Zagueiro "sacode a poeira" e quer volta por cima no Paysandu

Bruno Leonardo cometeu erros nas últimas partidas do Papão, mas revelou apoio recebido na Curuzu e quer evoluir na equipe de Márcio Fernandes.

quinta-feira, 26/05/2022, 23:38 - Atualizado em 26/05/2022, 23:36 - Autor: Kaio Rodrigues

Google News

Bruno Leonardo vem recebendo o apoio de todos na Curuzu, inclusive de muitos torcedores em seu instagram
Bruno Leonardo vem recebendo o apoio de todos na Curuzu, inclusive de muitos torcedores em seu instagram | John Wesley/Paysandu

Contratado para ser um dos pilares da zaga do Paysandu, o zagueiro Bruno Leonardo não vem se mostrando satisfeito com o seu desempenho em campo. Apesar da soberania nas bolas pelo alto, o defensor vem cometendo falhas por baixo. Entretanto, ele comentou que já deixou tudo para trás, levantou a cabeça e quer escrever capítulos bons com o Lobo.

- Clássico entre Remo e Paysandu ganha data e hora na Série C

- Paysandu fará treino aberto na véspera de jogo contra Manaus

"Estou bem mais tranquilo, mais leve, tive o apoio de toda a comissão, funcionário e amigos aqui do clube. Quero corrigir esses erros, que eu não vinha cometendo ao logo desses três anos e acabei cometendo um erro de trombar, atrapalhando o meu companheiro. Quero subir com o Paysandu, então, isso fica ruim. Tanto que nós ganhamos o jogo e eu acabei ficando um pouco chateado, mas já estou feliz de novo", ressaltou.

Bruno Leonardo acabou trombando com Patrick Brey no gol do Volta Redonda
Bruno Leonardo acabou trombando com Patrick Brey no gol do Volta Redonda | John Wesley/Paysandu
 

A próxima partida do Paysandu será contra o Manaus, na segunda-feira (30), no Estádio da Curuzu, a partir das 20h. O Papão não terá o volante Mikael e o atacante Marlon, que irão cumprir suspensão automática por conta do terceiro cartão amarelo. Bruno Leonardo pode pintar na cabeça de área, posição que já atuou nesta Terceirona.

"Nós somos funcionários de uma instituição tão grande que é o Paysandu, então, a partir do momento que o nosso chefe denomina uma função para fazermos, nós, como funcionários e querendo ajudar, vamos fazer. Já joguei outras vezes de volante, a minha estreia aqui foi nessa posição. Então, se for preciso, com certeza, vou me dedicar ao máximo", finalizou.


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS