Diário Online
Esporte / Esporte Pará
PRA CIMA, LEÃO!

Remo aguarda grande festa da torcida contra o Campinense

A próxima segunda (6) deve marcar a estreia do meia Anderson Paraíba e uma grande festa da torcida azulina contra o Campinense, no Baenão.

sexta-feira, 03/06/2022, 09:18 - Atualizado em 03/06/2022, 09:17 - Autor: Matheus MIranda

Google News

Imagem ilustrativa da notícia: Remo aguarda grande festa da torcida contra o Campinense
| Samara Miranda/Remo

A novela que envolve o Clube do Remo com o postulante ao papel de maestro na sua onzena principal ganhou, ontem (2), de forma oficial, mais um capítulo. Ou melhor, mais uma opção para a função, com a apresentação formal do meio de campo Anderson Paraíba, de 31 anos. O jogador, que estava em negociação com o Leão Azul desde o começo do mês de maio passado, teve a sua vinda ao Baenão viabilizada ao final do seu contrato com o Botafogo-PB, após encerramento do Estadual paraibano. Regularizado junto ao BID da CBF e com ritmo de jogo regular pela sua ex-equipe, o atleta possui credenciais para debutar nesta segunda-feira (6) pela equipe, diante do Campinense-PB, pela 9ª rodada da Série C.

A estreia do candidato à função de um 10 clássico e de origem não poderia ser mais motivadora, na capital paraense, com expectativa de um Evandro Almeida lotado. Ansioso para demonstrar o motivo de tanta expectativa pela sua chegada, Anderson Paraíba destacou: “Espero corresponder a todas as expectativas que (os torcedores) têm sobre mim. Espero mostrar o meu trabalho e dar continuidade igual (ao mostrado) no Botafogo-PB, algo que foi crucial para eu estar aqui hoje”, disse. “Estou bem. Vinha treinando e jogando”, acrescentou, sobre o seu ritmo.


Sobre a sua escolha pelo Leão Azul, time que disputa a Terceirona, assim como sua antiga equipe, o profissional explicou a troca: “É um clube de tradição no futebol brasileiro. Não que o Botafogo-PB não seja, mas o atleta vive de desafios. A escolha pelo Remo foi mais um desafio e por ser um time de muita tradição. Espero vir aqui e escrever a minha história”, detalhou o profissional, bicampeão da Série C, com títulos em 2016 e 2018, por Boa Esporte-MG e Operário-PR, respectivamente.

De olho no próximo rival, com quem travou batalhas nesta temporada pelo Estadual da Paraíba e passagem no começo da sua carreira, o novo atleta do Mais Querido acredita que o embate pela 9ª rodada da Terceirona será de alto nível e espera poder desequilibrar a partida. “Nessa competição, todos os clubes são perigosos. Não é porque está na zona que deixa de ser difícil. Estou adaptado e é isso o que me trouxe aqui”, finalizou.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS