Diário Online
Esporte / Esporte Pará
"NÃO FOMOS ORGANIZADOS"

Gusmão mostra insatisfação após vitória do Clube do Remo

Treinador explicou o que vem acontecendo para a baixa produtividade da equipe nos jogo, diz ainda buscar soluções para o meio de campo do Leão Azul e projeta jogo difícil contra a Aparecidense

segunda-feira, 01/08/2022, 23:29 - Atualizado em 01/08/2022, 23:29 - Autor: Kaio Rodrigues

Google News

Treinador assumiu a responsabilidade
Treinador assumiu a responsabilidade | Fernando Torres

Que o resultado que o Clube do Remo conseguiu ao vencer o Ferroviário por 2 a 1, nesta segunda-feira (1º), foi magnífico para as pretensões da equipe na Série C do Brasileiro, isso ninguém tem dúvida. No entanto, o time precisa melhorar seu jogo, mais uma vez muito abaixo do esperado. A vitória só veio após falha do goleiro rival e o técnico Gerson Gusmão mostrou chateação depois do apito final.

"Já passei alguns momento no futebol. É um esporte que não é por aproveitamento, qualidade de equipe, que te garante a vitória. Sabíamos que seria muito difícil. As equipes que estão embaixo dão algo a mais no jogo. Hoje, tínhamos que fazer um jogo bom. Um jogo de risco contra um time que veio se defender e jogar no contra-ataque. Não fizemos um jogo bom. Criamos pouco, muito ansiosos para chegar ao marcador. No futebol, só vontade não é suficiente. Não fomos organizados. A reponsabilidade é do treinador, que é quem organizar o time. Acredito que fomos premiados pelo esforço e dedicação dos atletas. Temos também que dar o mérito ao Zé Carlos. As oportunidades mais claras foram do adversário em contra-ataques. Não fizemos um bom jogo, mas a vitória veio. Espero que façamos um jogo melhor no próximo. É um adversário direto pela classificação. E essa vitória vai contagiar para que possamos fazer um bom jogo no domingo", destacou.

Leia Mais:

- Capitão do Clube do Remo não vai encarar a Aparecidense


Quem vem acompanhando as partidas do Filho da Glória e do Triunfo sabe que a equipe pouco produz e que os armadores ainda não conseguiram se fixar. Anderson Paraíba é a aposta da vez de Gusmão, porém além de não mostrar um bom desempenho, saiu lesionado. O volante Marco Antônio entrou na 'meiuca' e os azulinos penaram nas armações das jogadas.

"Estamos buscando alternativas. Quando cheguei, tinham jogadores mais técnicos, mas com movimentação menor, assim como o poder de marcação, e não estavam conseguindo resultados. Mudamos para ter mais força de marcação e agora temos problema de criação. Perdemos o Anderson com uma lesão. Ainda não se firmou, mas estava tendo uma sequência porque é o meia de origem. O Marco não é um meia clássico. Esse jogador ainda não conseguimos encaixar. Nossa luta segue. Agora temos que pensar bem e ver dentro das opções quem pode render mais para fazer um jogo melhor", ressaltou.

O Leão Azul recebe a Aparecidense no próximo domingo (7), no Estádio Baenão, em Belém, pela 18ª e penúltima rodada da Série C do Brasileiro. É um confronto direto. O Remo está em oitavo com 25 pontos, mesma pontuação que o adversário, em nono. Uma vitória coloca a equipe em boas condições, mas um tropeço pode colocar tudo por água abaixo.

"Vamos buscar essa vaga. Lutamos muito para estar entre os oitos. Vamos nos manter no mínimo nessa colocação. Domingo só  interessa a vitória porque eles jogam em casa no último jogo. Precisamos ajustar algumas coisas que não deram certo hoje, buscar a formação ideal para ter chances de gols e ser mais seguro. Esperamos um jogo muito difícil como foi hoje. É o momento decisivo da competição. Tem que errar menos possível. Vamos brigar contra um adversário direto da mesma forma e esperamos dar alegria para o nosso torcedor", finalizou.


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS