Diário Online
Esporte / Esporte Pará
INESQUECÍVEL

Paysandu relembra 20 anos da conquista da Copa dos Campeões

Com o título, o Papão entrava para a história por ser o primeiro (e único, até então) clube do Norte a participar da Taça Libertadores da América

quinta-feira, 04/08/2022, 15:38 - Atualizado em 04/08/2022, 16:57 - Autor: Magno Fernandes

Google News

Paysandu, de Givanildo Oliveira, conquistou o título da Copa dos Campeões ao vencer o Cruzeiro em 2002
Paysandu, de Givanildo Oliveira, conquistou o título da Copa dos Campeões ao vencer o Cruzeiro em 2002 | Marcos Michelin/Estado de Minas

Dentro do futebol, existem vitórias memoráveis, campanhas gloriosas e conquistas inesquecíveis. Isso tudo marca não apenas a mente do torcedor, mas também faz engrandecer e até mesmo eternizar grupos de atletas, sobretudo por conta de títulos grandiosos que por várias gerações sempre é lembrado, como é o caso da gigantesca façanha alcançada pelo Papão da Curuzu.

Há exatos 20 anos, o Paysandu conquistava o mais importante troféu de sua história, ao vencer tanto no tempo normal, como também nos pênaltis, o Cruzeiro-MG, na decisão da Copa dos Clubes Campeões, no estádio Castelão, em Fortaleza-CE. Depois de ser derrotado em Belém por 2 x 1, no duelo de ida, e reverter a vantagem com a vitória por 4 a 3, no duelo de volta, o Papão triunfou nos pênaltis por 3 x 0.

Tríplice Coroa: Paysandu tem dia festivo no estádio da Curuzu

Passadas duas décadas desta memorável façanha - que rendeu ao clube a inédita participação na Taça Libertadores da América, no ano de 2003 - o dia 4 de agosto é sempre recordado não apenas pelos torcedores bicolores, mas também por todos que viram o Paysandu ir ao apogeu de seu patamar por causa dos três títulos conquistados em sequência (Paraense, Copa Norte e Copa dos Campeões).

Em vídeo divulgado em suas redes sociais, o Eterno Campeão dos Campeões (alcunha bicolor que ficou marcada em alusão ao título), relembrou com muito carinho a data, e trouxe ao conhecimento de todos, o relato do torcedor Alexandre Bastos, que esteve no estádio Castelão, em Fortaleza, acompanhando a final do torneio entre Paysandu e Cruzeiro.

Paysandu ganhava título de Campeão do Norte há 20 anos

"Entrar aqui nesse estádio é relembrar aquela conquista. Passa um filme na cabeça, de todo mundo gritando na arquibancada. Aqui tive uma das maiores emoções como torcedor do Paysandu. Estava presente nessa final, viajando mais de1.500 quilômetros para ver ao vivo o que muitas pessoas julgavam que fosse impossível, que era virar o placar contra o Cruzeiro", relatou.

"Vieram três ônibus e ficamos exatamente aqui, atrás dos gols, onde foram efetuadas as cobranças de pênaltis. Estar aqui me faz lembrar de novo tudo. Infelizmente não tenho ingresso, pois na época o cartão foi engolido na catraca, mas as fotos eu tenho e a lembrança nunca vai ser apagada da memória", concluiu o torcedor, que voltou ao estádio para relembrar a épica conquista do Papão. 

RELEMBRE A TRAJETÓRIA DO PAYSANDU

A campanha do Paysandu teve quatro vitórias, dois empates e uma derrota (no duelo de ida, contra o Cruzeiro). Se não bastasse o título, o Paysandu também teve o melhor ataque da competição, com 14 gols marcados, e também o vice-artilheiro da disputa: Vandick, com cinco gols realizados, dentre os quais, três foram na decisão diante da Raposa. 

Primeira fase

Paysandu 1 x 1 Corinthians-SP

Paysandu 0 x 0 Fluminense-RJ

Paysandu 3 x 2 Náutico-PE

Quartas de final

Paysandu 2 x 1 Bahia-BA

Semifinal

Paysandu 3 x 1 Palmeiras-SP

Final

Paysandu 1 x 2 Cruzeiro-MG

Cruzeiro-MG 3 x 4 Paysandu – MG – Pênaltis: 0 x 3

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS