plus
plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Edição do Dia
Previsão do Tempo 33°
cotação atual R$


home
LANTERNA DA SÉRIE B

Apesar do empate, Hélio dos Anjos vê evolução no Paysandu

Técnico do Paysandu elogia postura da equipe bicolor e promete manter o mesmo padrão de jogo; expulsões sucessivas e critérios da arbitragem preocupam

twitter Google News
Imagem ilustrativa da notícia Apesar do empate, Hélio dos Anjos vê evolução no Paysandu camera Para Hélio dos Anjos, atuação do Paysandu contra o Goiás foi "infinitamente melhor" do que a de domingo, na derrota contra o Mirassol. | Reprodução/YouTube Papão TV

Apesar de não ter conquistado a tão esperada vitória, o Paysandu demonstrou uma melhora significativa em sua performance durante o empate em 1 a 1 contra o Goiás, o que trouxe um alento ao técnico Hélio dos Anjos mesmo diante da amarga posição na lanterna da Série B. O treinador bicolor destacou a evolução da equipe, enfatizando que essa deve ser a postura padrão do time em campo.

Na coletiva pós-jogo, Dos Anjos ressaltou a superioridade do Paysandu, especialmente no primeiro tempo, quando a equipe se mostrou mais combativa e intensa. O treinador enfatizou que essa abordagem será mantida em todos os jogos enquanto estiver à frente do time bicolor.

“Hoje foi uma partida infinitamente melhor que a de domingo. Assim serão todos os jogos enquanto eu estiver aqui no Paysandu, aqui dentro do nosso campo. Fizemos mais um adversário baixar uma linha de seis, jogamos dentro o tempo todo, foi um primeiro tempo primoroso, tivemos chances maravilhosas. Fizemos um jogo como nós vamos fazer sempre só que com a vitória”, argumentou.

CONTEÚDO RELACIONADO

Quer saber mais notícias do Paysandu? Acesse nosso canal no WhatsApp.

O treinador promoveu algumas mudanças no time titular, incluindo a entrada de Eslí Garcia, e esclareceu que todas as decisões são tomadas visando o melhor para a equipe.

"Eu vou ser muito sincero. Eu quero o Eslí acertando tudo. Só um idiota acha que o treinador não quer que o seu jogador vá bem. O Eslí está aqui porque eu quis. Tudo foi discutido. O maior problema dele se chama sustentação de jogo. A dificuldade que ele teve no primeiro tempo sem a bola é um processo natural. O menino tem coisas altamente positivas, como lucidez, que é fundamental. A bola não queima no pé dele", afirmou.

EXPULSÕES E CRITÉRIOS DA ARBITRAGEM

Entretanto, nem tudo são boas notícias para o Paysandu, que enfrenta um problema recorrente de expulsões em seus jogos em casa. Desta vez, foi o lateral-direito Edílson quem recebeu o cartão vermelho direto no final da primeira etapa. Hélio dos Anjos expressou sua preocupação com essa situação, destacando a falta de critério da arbitragem e a dificuldade em orientar os jogadores para evitar lances que resultem em expulsões.

"A arbitragem hoje é difícil você falar. Eles nunca erram. Absurdamente nunca erram. Você vê vários critérios na arbitragem. A gente não dá para discutir. Eu estou preocupado sim, ficar um tempo com um homem a menos não é fácil, mas também não posso ficar cobrando dos meus jogadores para evitar os lances porque isso é do jogo”, criticou.

PRÓXIMO JOGO

Com o próximo desafio se aproximando, contra o Amazonas-AM, o Paysandu busca sua primeira vitória na competição. O confronto está marcado para sábado (18), às 17h30, na Arena da Amazônia. A equipe bicolor sabe da importância de conquistar os três pontos para reverter a situação na tabela da Série B e iniciar uma recuperação rumo aos seus objetivos na temporada.

VEJA MAIS:

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

    Mais em Esporte Pará

    Leia mais notícias de Esporte Pará. Clique aqui!

    Últimas Notícias