Esporte / Esporte Pará
Esporte Pará

Tuna Luso surpreende e goleia o Cametá: 4 a 1

quarta-feira, 08/02/2012, 17:50 - Atualizado em 08/02/2012, 18:01 - Autor:


A Tuna Luso surpreendeu a todos e goleou o Cametá no estádio do Sousa. Jogando um bonito futebol na tarde de hoje (8), a Águia Guerreira venceu por 4 a 1, pela primeira partida de uma das semifinais do 1º turno do Campeonato Paraense 2012 e acabou com a invencibilidade do Mapará no torneio. A vitória lusa foi tão comemorada que a hastag TUNA esteve nos trending topics do Twitter.


OS GOLS


- Aos 23 minutos do primeiro tempo, o meio-campo André Mensalão arriscou da entrada da área e abriu o placar para a Tuna Luso diante do Cametá: 1 a 0.


- Já com 29 minutos do primeiro tempo, novamente André Mensalão chutou de longe. Dessa vez, Evandro rebateu e o meio-campo Lineker foi quem chutou forte, fazendo o segundo gol tunante: 2 a 0.


- Haja Tuna! Aos 43 minutos do primeiro tempo o meia André Mensalão chutou de fora da área, colocado, marcando um bonito gol: Tuna 3 x 0 Cametá.


- Aos oito minutos do segundo tempo, o goleiro Evandro saiu mal e o atacante Edilson cabeceou: Tuna 4 x 0 Cametá.


- O Cametá diminuiu aos 47 minutos do segundo tempo, com Rafael Paty: Tuna 4 x 1 Cametá.


1° TEMPO


O Cametá, favorito para a partida, começou pressionando a Tuna Luso. Com a triangulação entre Rafael Paty, Soares e Ratinho, as jogadas na área tunante eram constantes. A única saída cruzmaltina era fazer as faltas. Aliás, com menos de 10 minutos, os donos da casa já tinham feito cinco faltas no seu campo de defesa. Até então, o árbitro Joelson dos Santos não havia dado nenhum cartão amarelo.


O grande lance de perigo da Cruz de Malta só foi sair aos 19 minutos, quando o lateral-esquerdo Maraú chutou de fora da área e o goleiro Evandro colocou para escanteio. Apesar do melhor momento cametaense, quem abriu o placar foi a Tuna. Aos 23 minutos do primeiro tempo o meio-campo André Mensalão arriscou de fora da área e não desperdiçou: 1 a 0.


Apoiada pela sua torcida, a Águia Guerreira do Sousa logo chegou ao segundo gol no jogo. Com 29 minutos de bola rolando, novamente André Mensalão chutou de longe. Dessa vez, Evandro rebateu e o meio-campo Lineker foi quem chutou forte, forte fazendo o segundo gol tunante no embate.


Totalmente perdido em campo, o Cametá via o adversário fazer uma grande partida no estádio Francisco Vasques. Aos 38 minutos, o meio-campo Beá chutou forte e a bola bateu na trave. A torcida cruzmaltina, que compareceu em bom número para o jogo, levantou das arquibancadas. Quase o terceiro gol da Tuna.


Mas não demorou muito para o terceiro tento sair. Aos 43 minutos, o meia André Mensalão, sempre ele, chutou de fora da área, colocado, marcando um bonito gol: Tuna 3 x 0 Cametá.


2° TEMPO


Percebendo o erro cometido no primeiro tempo – quando tirou Ratinho para a entrada do atacante Garrinchinha -, o técnico Cacaio recompôs o meio-campo colocando Ciro em jogo. Já a Tuna perdeu o meia Lineker, um dos destaques da partida. Para a entrada de Placa. Mas nada mudou. Apático, o Mapará levou o quarto gol logo aos minutos. O goleiro Evandro saiu mal e o atacante Edílson marcou: 4 a 0.


Os cametaenses só foram acordar na partida aos 22 minutos. Na base da velocidade, o atacante Marcelo Maciel entrou na área e chutou. O goleiro André Luis fez grande defesa e evitou o gol do rival. Os lances de ataque sempre saiam dos pés de Maciel, porque o atacante Rafael Paty, ainda artilheiro do Parazão com quatro gols, foi uma decepção na linha de frente do Cametá.


Recuada, a Tuna esperava o Mapará no campo de defesa, saindo, somente, na base do contra-ataque. Tentando o gol, Paty deu o seu primeiro chute ao gol aos 31 minutos. Porém, de frente para a trave, o jogador chutou para fora. O atacante conseguiu deixar a sua marca aos 47 minutos. Final de partida no Sousa: Tuna 4 x 1 Cametá.


As equipes voltam a se enfrentar no próximo sábado (11), a partir das 16h, no estádio Parque do Bacurau. A Tuna pode empatar ou perder por até dois gols de diferença que garante vaga na final da Taça Cidade de Belém. Já o Cametá precisa fazer um resultado de três gols a seu favor. (Gustavo Pêna, DOL)


Tuna Luso: André Luis; Sinésio, Bruno Oliveira, Max Melo e Maraú; Diogo, Ilailson, Lineker (Placa-Ramon) e André Mensalão; Beá e Edílson (Yuri).


Técnico: Charles Guerreiro.


Cametá: Evandro; Paulo de Tarcio, Tonhão, Hallyson e Souza; Ricardo Capanema, Julio Cesar, Soares (Leonardo) e Ratinho (Marcelo Maciel); Garrinchinha (Ciro) e Rafael Paty.


Técnico: Cacaio


Local: Estádio do Sousa (Francisco Vasques).


Árbitro: Joelson Silva dos Santos.


Assistentes: Luis Diego Nascimento Lopes e Isaac da Cunha Araújo.


Cartões amarelos: Max Melo, Beá, Ilailson e Ramon (TUN). Júlio César, Paulo de Tárcio, Tonhão e Hallyson (CAM)


Renda: R$ 11.500 mil.


Público pagante: 1.300 torcedores.


Público total: 1.500 expectadores.


SEMIFINAIS DO 1º TURNO DO PARAZÃO 2012


Jogos de Ida


Tuna Luso 4 x 1 Cametá          08/02   Qua     16h      Estádio do Sousa


Remo x Águia                          09/02   Qui      20h30  Estádio Baenão


Jogos de Volta


Cametá x Tuna Luso                11/02   Sáb      16h      Estádio Parque do Bacurau


Águia x Remo                          12/02   Dom    16h      Estádio Zinho Oliveira.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS