Diário Online
Esporte / Esporte Pará
Esporte Pará

Torcida bicolor que apoia causa LGBT é criticada

quinta-feira, 25/05/2017, 20:18 - Atualizado em 26/05/2017, 14:27 - Autor:


A “Banda Alma Celeste”, grupo de torcedores que se mobilizam em jogos do Paysandu, inovou na forma de torcer e baniu os gritos homofóbicos da lista de canções que são utilizadas para empurrar o Papão nas competições.



No último dia 17, por exemplo, a página da torcida no Facebook fez um post de reflexão a respeito do Dia Internacional contra a Homofobia. A postagem recebe comentários até hoje e alguns bicolores mostram-se insatisfeitos com a iniciativa da Alma Celeste.


“Jogo do Paysandu não é lugar pra protesto, querem chamar atenção vão pras ruas. Lugar de jogo do Paysandu use bandeiras Azul e branca! Não tenho preconceito com nada. Mais minha ideologia de torcedor é essa. #NãoAoFutebolModerno”, disse um dos torcedores.


Um outro bicolor apontou a homofobia como problema criado pela própria comunidade LGBT.


“Todos já sabem que devemos respeitar o próximo, que não deve haver preconceito e etc. Mas, não acham que tão colocando os "mesmos" lá em cima, como se fossem Deuses? Não precisa levar bandeira colorida pra mostrar que não temos preconceito. E outra, o respeito deve partir deles, a maioria deles são folgados e não se dão respeito, não respeitam as outra religiões... O respeito tem que ser de todos!”, postou.


Enquanto alguns alvicelestes criticaram, azulinos foram até a página parabenizar pela iniciativa.


“Desculpem vir a página de vocês, sou remista e pelo jeito irei receber vários xingamentos pelos torcedores rivais agora ,mas vim parabenizar BAC por ter esse tipo de atitude no qual sempre foi um processo discriminatorio de ambos os lados ,piadas sem graças que não levam a nada. Sou hetero, não vejo como um fruto de ódio ver esta bandeira..diversidade deveria ser um bem para seres humanos..abraço aos rivais bicolores”, escreveu um remista.


(DOL)

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS