Diário Online
Esporte / Gerson Nogueira
OPINÃO

Gerson destaca Remo no páreo para a final da Copa Verde

O Leão, além do empate fora de casa, conseguiu mostrar bom futebol em Goiânia.

quinta-feira, 09/12/2021, 08:44 - Atualizado em 09/12/2021, 08:44 - Autor: Gerson Nogueira


O Leão conquistou o empate fora de casa na Copa Verde.
O Leão conquistou o empate fora de casa na Copa Verde. | Foto: Samara Miranda/Clube do Remo

Boa atuação credencia Leão

Em jogo equilibrado, o Remo arrancou um bom empate diante do Vila Nova, ontem à noite, em Goiânia. Poderia ser até melhor. Neto Pessoa e Lucas Tocantins tiveram oportunidades claras de marcar, mas o goleiro adversário impediu o gol. De maneira geral, os donos da casa foram superiores na primeira meia hora, mas o Remo equilibrou ainda no primeiro tempo e depois controlou bem o jogo.

O início foi todo do Vila, que pressionou a saída de bola e criou situações complicadas para a defesa do Remo, embora sem conseguir lances agudos na área. A melhor chance foi aos 14 minutos, quando Clayton fez o gol, mas foi flagrado em situação de impedimento.

Por volta dos 30 minutos, o Remo conseguiu desafogar e sair mais para o ataque, principalmente pelo lado esquerdo da defesa. Igor Fernandes, apoiado por Erick Flores, passou a avançar até a área goiana e as oportunidades começaram a aparecer. Primeiro, com Felipe Gedoz chutando rasteiro, mas em cima do goleiro.

Com Tiago Mafra forçando pela direita, o Remo começou a incomodar mais. Aos 42’, em troca de passes na entrada da área, Gedoz colocou Neto Pessoa na cara do gol. O centroavante bateu rasteiro e o goleiro Georgemy salvou com o pé, mandando para escanteio.  

No segundo tempo, Eduardo Baptista trocou Erick Flores por Ronald e Tiago Mafra por Lucas Tocantins, aumentando o poderio ofensivo azulino. Logo no primeiro minuto, Lucas Siqueira e Ronald levaram perigo ao sistema defensivo do Vila.

Em resposta, aos 7 minutos, Rafael Donato desviou no travessão uma cobrança de escanteio. O Remo reagiu no minuto seguinte. Com mais rapidez na transição, Felipe Gedoz lançou Tocantins, que invadiu a área e bateu na saída do goleiro, mas este conseguiu defender.

LEIA MAIS TEXTOS DO BLOG CLICANDO AQUI!

O Remo era melhor, distribuía bem o jogo e ficou ainda mais fortalecido na marcação com a entrada de Paulinho Curuá em lugar de Pingo, que saiu lesionado. Aos 23, Ronald quase acertou o gol em chute rasteiro. Aos 27’, nova grande oportunidade: Neto Pessoa entrou na área, driblou dois, mas escorregou antes de finalizar, o que facilitou a defesa de Georgemy.

O Remo apertava e a zaga do Vila abria espaços, principalmente para Lucas Tocantins, que passou a receber lançamentos pela direita.

Aos 38’, porém, um susto para Vinícius. Em novo escanteio, a bola rondou a área e terminou em chute de Alan na trave direita. A jogada foi invalidada por impedimento do atacante goiano.

Sem pressa, o Remo gastou os minutos finais tocando a bola e de vez em quando insistindo pelos lados, mas sem forçar em direção à área. O empate já estava garantido. O resultado credencia o Leão para a final de sábado, no Baenão, quando precisará de uma vitória simples para conquistar a Copa Verde 2021. (Foto: Wesley Costa/O Popular-GO)

Roni ganha homenagem especial da Câmara  

Oatacante Roni, campeão da Libertadores pelo Palmeiras e ex-jogador do Remo, será homenageado na próxima segunda-feira (13), às 9h, na Câmara Municipal de Belém, com o título de Brasão D’Armas, a mais alta comenda outorgada pelo Legislativo Municipal.

A homenagem resulta de proposição aprovada por unanimidade, de autoria do vereador Zeca Pirão (MDB), presidente da CMB. Segundo ele, Roni tem demonstrado “amor e respeito pelo Estado nas conquistas ao longo da carreira”.

Em campo, vereadores de Belém levam a melhor

Aconteceu ontem, no Grêmio Literário Português, o tradicional jogo de confraternização entre vereadores de Belém e vereadores de Ananindeua. Os parlamentares da capital venceram por 4 a 2, em clima de rivalidade. Os prefeitos Edmilson Rodrigues (PSOL), da capital, e Dr. Daniel, de Ananindeua, prestigiaram o confronto.

Marcaram presença outros desportistas ilustres, como Orlando Reis, presidente da Cohab e ex-vereador, e Manoel Pioneiro, ex-prefeito de Ananindeua, além de vários secretários municipais.

Adriano, o goleiro “paredão” do Remo reforçou a seleção do interior, enquanto o bicolor Zé Augusto, o Terçado Voador, comandou o ataque de Belém, marcando um gol na partida.

Tuna investe em veteranos para o Parazão

Um poço de contradições nos últimos tempos, a Tuna inicia a preparação para o Campeonato Paraense de 2022 exibindo uma estratégia que não combina com a tradição do clube, que sempre revelou bons jogadores e foi dono de divisões de base produtivas.

O anúncio das primeiras contratações é preocupante. Sem recursos, a Águia foi buscar jogadores rodados. Fidélis, que andava pelo Castanhal, é a opção para o ataque. Léo Rosa, que esteve na campanha do vice-campeonato neste ano, retorna ao clube. Ednaldo também está confirmado.

Lucão, Araújo, Jayme e Luan Santos completam o rol de reforços. Outra “novidade” deve ser o veterano Paulo Rangel, 36 anos, que se destacou na surpreendente campanha desta temporada.

Do almoxarifado da Lusa devem ser guindados ao elenco sete atletas. O comando é de Emerson Almeida, ex-auxiliar técnico de Robson Melo no Parazão 2020. Da nova geração, Emerson é mais jovem que boa parte dos reforços anunciados nos últimos dias.

Antes de o time estrear no Estadual, em janeiro, a diretoria do clube pode mudar. A eleição, que se desenha renhida, está marcada para 28 de dezembro, com três chapas disputando a presidência. 

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS