plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo 30°
cotação atual R$


home
ODISSEIA DE SUPERAÇÃO

Copa Africana: Costa do Marfim é tri e herói venceu o câncer

Vitória veio após virada no segundo tempo contra a Nigéria, que se torna a maior vice da competição.

Imagem ilustrativa da notícia Copa Africana: Costa do Marfim é tri e herói venceu o câncer camera Haller é o nome da fera | Reprodução/Twitter

Em uma final emocionante e repleta de reviravoltas, a Costa do Marfim conquistou pela terceira vez o título da Copa Africana de Nações. O time marfinense superou a Nigéria por 2 a 1, em uma partida marcada pela determinação e pela história inspiradora de um de seus jogadores.

Com técnico interino e enfrentando uma crise interna antes do início do torneio, a Costa do Marfim demonstrou resiliência ao longo da competição, culminando em uma vitória épica na final.

O jogo teve um início tenso, com ambas as equipes buscando impor seu ritmo. A Nigéria saiu na frente com um gol no primeiro tempo. No entanto, a Costa do Marfim mostrou sua força e capacidade de reação, virando o placar com dois gols na segunda etapa, garantindo assim a vitória e o título.

O momento mais marcante da partida veio com o gol da virada, marcado por Haller. O jogador, que enfrentou uma batalha contra o câncer, tornou-se o herói da conquista, deixando a história da Costa do Marfim ainda mais impressionante.

Com essa vitória, a Costa do Marfim reafirma sua posição como uma das potências do futebol africano e empata com a Nigéria em número de títulos. Egito é o recordista com sete títulos. A Nigéria chega aos quinto vice e empata com Gana como o maior perdedor de finais.

Costa do Marfim: Uma Odisseia de Superação e Triunfo na Copa Africana

  • Costa do Marfim se classificou para o mata-mata, sendo o 4º melhor 3º colocado, se garantindo na última vaga.
  • Perdeu em casa para a Guiné Equatorial por 4 a 0.
  • Técnico demitido ao fim da fase de grupos.
  • Enfrentou o atual campeão Senegal nas oitavas, e venceu nos pênaltis.
  • Enfrentou Mali nas quartas, jogou com um a menos o 2º tempo todo, começou perdendo, empatou, levou para prorrogação e venceu com gol no último lance.
  • Venceu Congo nas semifinais por 1 a 0 e Congo não havia perdido para ninguém ainda.
  • Na final, contra a Nigéria, venceu de virada por 2 a 1.
  • E tem como a história ficar melhor? Tem!
  • Sebastian Haller, que foi diagnosticado com câncer em 2022, venceu e se recuperou para marcar o gol da vitória e conquistar para a Costa do Marfim o título da Copa Africana de Nações.
Pela terceira vez na história, a Costa do Marfim é campeã da Copa Africana de Nações. A seleção venceu a Nigéria por 2 a 1 e ficou com o título. Con... Esporte na Band
VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

Mais em Mundo

Leia mais notícias de Mundo. Clique aqui!

Últimas Notícias