Notícias / Notícias Brasil
RARO

'Doença da urina preta': irmãs são internadas após comerem peixe

A síndrome de Haff ataca os músculos, rins e fígado

quarta-feira, 24/02/2021, 17:42 - Atualizado em 24/02/2021, 17:49 - Autor: ( com informação da Folha de Pernambuco )


Flávia internada após consumir o peixe Arabaiana.
Flávia internada após consumir o peixe Arabaiana. | Reprodução

Duas mulheres adoeceram após comerem o peixe Arabaiana, espécie conhecida também como olho de boi. Uma delas está na UTI e a outra foi atendida na enfermaria de um hospital do Recife. Elas estão com a síndrome de Haff, também conhecida como doença da urina preta

A médica veterinária Priscyla Andrade, 31 anos, e a empresária Flávia Andrade, 36 anos, são irmãs e começaram a passar mal após almoço na casa da Flávia na quinta-feira (18). Quatro horas após a refeição, os sintomas iniciaram e elas foram diagnosticadas com a Síndrome de Haff. 

O Hospital Português não foi autorizado a divulgar o quadro de saúde das irmãs, mas a mãe delas informou que o quadro de Flávia hoje é estável, porém requer cuidados ainda na medicação.

Já Priscyla ainda encontra-se na UTI, com fortes dores musculares e abdominais e seus rins ainda não estão respondendo por completo.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS