Notícias / Notícias Brasil
FEMINICÍDIO

Jovem que matou gamer a facadas deixou carta confessando ódio por mulheres

Ele foi preso no início da semana horas após ter cometido o crime.

quarta-feira, 24/02/2021, 22:50 - Atualizado em 24/02/2021, 22:50 - Autor: Com informações de Isabella Otto/Capricho


Guilherme Costa Alves tem 18 anos e matou a colega de jogo a facadas.
Guilherme Costa Alves tem 18 anos e matou a colega de jogo a facadas. | Reprodução

O jovem Guilherme Costa, de 18 anos, enviou por email uma carta para a professora, ativista feminista e blogueira Lola Aronvich, dando detalhes sobre a morte da gamer Ingrid Bueno, de 19 anos, e confessando ódio pelas mulheres. O conteúdo foi publicado pela profissional nas redes sociais.

“O assassino, que eu nunca tinha ouvido falar, me enviou um email hoje com o título ‘um ato louvável’, prometendo novos atentados, com vários links para vídeos que não vou abrir nem compartilhar. Sinto-me pela Sol, vítima de feminicídio. Que esses misóginos parem de nos ameaçar e matar”, disse em publicação.

“Eu peguei um ódio forte pelas mulheres nesses últimos anos da minha vida. Todo esse drama que elas passam, toda essa melancolia, eu sinto nojo e ódio disso. Eu quero ficar longe, ser um homem seguro e esperto, não sei se isso será mais possível, porém eu deixo pra você o meu livro com todos os dias que passei, pensando. Lá eu falo tudo sobre mim e porque fiz o que fiz. Sinceramente, não foi em vão. Pessoas irão aprender com isso”, diz uma parte do relato da carta.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS