Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
VÍDEO

Delegado divulga imagens de cenário de guerra no Jacarezinho

O delegado Fabrício Oliveira, que divulgou o vídeo em redes sociais, sugere que o ambiente com perfurações e cápsulas de bala seria o local onde policiais teriam sidos atacados na favela.

sábado, 08/05/2021, 11:56 - Atualizado em 08/05/2021, 11:56 - Autor: Com informações do Ig


Vídeo mostra um verdadeiro cenário de guerra após operação do Jacarezinho.
Vídeo mostra um verdadeiro cenário de guerra após operação do Jacarezinho. | Reprodução

Moradores do Jacarezinho continuam protestando contra a operação da Polícia Civil do Rio, que acabou resultando na morte de 28 pessoas. As informações são do iG. 

"Fantasma" se mete em tiroteio na favela do Jacarezinho

Um vídeo que está circulando nas redes sociais, mostra o local de confronto entre policiais e criminosos durante a operação do Jacarezinho, cheio de cápsulas de balas vazias no chão, além de diversas perfurações nas paredes. 

O vídeo foi divulgado pelo delegado Fabrício Oliveira, coordenador da Core (Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais), que destaca um dos pontos em que os agentes teriam sido atacados na favela.

"Um dos pontos em que as equipes da CORE foram atacadas no Jacarezinho. Centenas de estojos dos criminosos pelo chão. Cenário de guerra", comentou o delegado.

Botijão de gás explode e deixa feridos em Belém; assista!

O número de mortos no massacre do Jacarezinho, resultado de operação da Polícia Civil do Rio, foi atualizado para 28. Segundo a Polícia Civil, um dos mortos era agente da polícia.

Veja o vídeo:

ONU pede investigação independente

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Direitos Humanos pediu à Justiça brasileira uma "investigação independente e imparcial", após declarar estar "profundamente preocupado" com a sangrenta operação contra o tráfico de drogas da polícia em uma favela do Rio de Janeiro.

O porta-voz da instituição da ONU, Rupert Colville declarou que "recebemos relatos preocupantes, segundo os quais, depois do ocorrido, a polícia não tomou as medidas necessárias para preservar as provas na cena do crime, o que pode dificultar a investigação".


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS