Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
SENADO

Ao vivo: executivo da Pfizer depõe na CPI da Covid

Carlos Murillo, ex-presidente da Pfizer no Brasil depõe, ele estava à frente da empresa no período de articulações junto ao governo brasileiro para aquisição de 70 milhões de doses da vacina

quinta-feira, 13/05/2021, 12:19 - Atualizado em 13/05/2021, 12:17 - Autor: Com informações do Ig


Carlos Murillo gerente-geral da Pfizer na América Latina
Carlos Murillo gerente-geral da Pfizer na América Latina | Reprodução

Entender as negativas do Governo ao longo de mais de um ano é uma incógnita. Lentidão nas vacinas e algumas politicas públicas, levaram o Brasil ao caos durante este período em que o mundo vive com o novo coronavírus circulando.

Por isso, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid está tentando montar o quebra-cabeça. Nesta quinta-feira (13) o gerente-geral da farmacêutica Pfizer na América Latina, Carlos Murillo é ouvido pelos parlamentares

Os senadores querem que ele explique sobre as negociações para venda de vacinas contra a Covid-19 para o Brasil.

VEJA AO VIVO!

Murillo, que será ouvido na condição de testemunha, vai ser o sexto depoente da comissão no Senado Federal que investiga as posturas e falas do Governo Federal durante a pandemia, e eventual desvio de verbas federais.

O ex-secretário de comunicação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Fábio Wajngarten, disse na quarta-feira (12), que a Pfizer encaminhou ao governo brasileiro, em setembro de 2020, uma carta se disponibilizando a "fazer todos os esforços" para garantir doses das vacinas para a população brasileira. Wajngarten disponibilizou o documento à CPI. A resposta ao documento teria sido dada apenas dois meses depois.

As informações precisam ser confirmadas pela comissão com o representante da Pfizer, após este depoimento do ex-secretário de comunicação.

Além de Wajngarten e Murillo, já foram ouvidos em depoimento os ex-ministros da Saúde Luiz Henrique  Mandetta e Nelson Teich ; o atual ministro da pasta, Marcelo Queiroga; o presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS