Diário Online
Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$
DISTRITO FEDERAL

Policial Civil é presa novamente por perseguir ex

Mulher está detida de forma preventiva no aguardo do julgamento.

sábado, 07/08/2021, 14:48 - Atualizado em 07/08/2021, 17:56 - Autor: DOL


Policial Civil Rafaela Luciene Motta Ferreira
Policial Civil Rafaela Luciene Motta Ferreira | Foto: Reprodução

O crime de stalking (perseguição, em inglês) é definido como perseguição reiterada, por qualquer meio, como a internet, que ameaça a integridade física e psicológica de alguém, interferindo na liberdade e na privacidade da vítima. Em abril deste ano, foi sancionada uma lei no Brasil que prevê pena de reclusão de seis meses a dois anos, e multa para quem praticar o crime.

Policial militar mata esposa com suposto tiro acidental 

No Distrito Federal, a agente da Polícia Civil Rafaela Luciene Motta Ferreira foi presa de forma preventiva, na noite de ontem (6), suspeita de perseguir três ex-namorados.

A policial inclusive já havia sido detida na terça-feira (03), após tentar impedir o depoimento de um ex-namorado na Corregedoria da Polícia Civil. A investigação do caso apurou de que Rafaela chegou a ligar em um único dia 98 vezes para um dos exs. As queixas foram feitas em 2018.

Em uma das conversas telefônicas, segundo o processo de 2018, a policial chegou a ameaçar a família do ex-companheiro. "Acho que você devia ter um pouquinho mais de precaução. Você tem família aqui, você tem pai idoso, tem mãe idosa, eles moram sozinhos. Você tem irmã, tem sobrinho, então para de ser idiota", teria dito Rafaela.

Em março de 2020, a policial foi sentenciada por essa denúncia. A policial respondeu em liberdade, recebeu pena restritiva de direitos, mas recorreu da decisão. A defesa da policial disse que não se manifestará sobre o caso, que ainda está em investigação.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS