Notícias / Notícias Brasil
VEJA O VÍDEO!

Bandidos ferem e desviam dinheiro de repórter da Globo

A repórter contou sobre a ação dos criminosos e deixou registrado sua indignação pela situação.

segunda-feira, 16/08/2021, 10:14 - Atualizado em 16/08/2021, 10:13 - Autor: Com informações observatório dos famosos


A repórter se mostrou bastante revoltada nas redes sociais.
A repórter se mostrou bastante revoltada nas redes sociais. | Reprodução/Instagram

Trabalhar em segurança é uma das coisas que o brasileiro mais pede ao sair de casa. Segundo o Global Peace Index (GPI) de 2021, o Brasil é o país onde a população tem o mais alto grau de medo da violência. 

Neste contexto, um novo caso de violência contra um trabalhador foi registrado na tarde do último domingo (15) no bairro da Liberdade, em São Paulo. Quando a repórter da Globo, Cristina Mayumi foi assaltada. A jornalista, que estava presa no trânsito, teve o vidro do carro estilhaçado e sofreu pequenos cortes. Os criminosos roubaram um celular e efetuaram transações bancárias que, somadas, renderam à vítima um prejuízo de R$ 24 mil.

Leia também:

Sammy chora após suposta traição de Pyong ir ao ar na Record

Mulher de Zezé di Camargo fala de fim da dupla com Luciano

Em seu Instagram, Cristina Mayumi contou sobre os momentos de pânico durante a ação dos ladrões. Ela explicou que não podia esconder o celular porque precisava utilizar o aplicativo de trânsito instalado no aparelho para se locomover na cidade. A repórter, que trabalhava na TV Morena, afiliada da Globo em Campo Grande, mudou-se para São Paulo em janeiro deste ano.

Ainda em choque com o assalto que sofreu, Mayumi registrou boletim de ocorrência e bloqueou o celular, porém neste intervalo os criminosos efetuaram um empréstimo de R$ 20 mil e um PIX no valor de R$ 4 mil.

“Fiquei em choque, não sabia o que fazia primeiro, fiquei desesperada. […] Baixei dois aplicativos de bancos para ver se tinham movimentado. Em um deles, tinham feito R$ 20 mil em empréstimo e R$ 4 mil de transferência PIX. […] Uma coisa que não entendo é que quando faço qualquer operação eu preciso digitar a senha e ter o reconhecimento facial, mas os caras conseguiram entrar no aplicativo. É isso, essa maravilhosa história, mais um número para as estatísticas da polícia. Liguei para a polícia, falaram para eu fazer um boletim online. Fiz… e? É isso. Pelo menos estou bem, não tive nada sério, só puta da vida. Desculpa pelos palavrões”, desabafou, revoltada.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS